4 áreas para investir antes de namorar

Em nome da carência, as pessoas fazem loucuras. Mas a maneira mais sábia de olhar para um relacionamento é admitindo que ele não deve existir para completar o que falta em você. Uma aliança no seu dedo não tem poderes mágicos de transformar você em alguém que você nunca se empenhou em ser. É muito simples: primeiro você investe em você e depois você transborda na vida de outra pessoa. É desse amor – nada egoísta – que Paulo estava falando em 1 Coríntios 13. E, para vivê-lo, nada melhor que começar hoje investindo em você. E aí vão 4 áreas para se investir antes de abrir o coração e deixar o amor entrar.

INVISTA EM SUA MENTE

“Queria ter nascido rico para não ter que estudar”, “tô estudando porque nasci pobre”, “vou fazer o que der mais dinheiro” e afins são alguns dos pensamentos que não raras pessoas têm e omitem (ou não). Meu amigo, sua riqueza não é medida “só” por sua conta bancária. Aliás, pobre mesmo é esse pensamento que insiste em colocar o conhecimento no nicho da “obrigação”. Não há desculpa para se afundar em um estado de ignorância e desprezo pelo conhecimento. Toda a minha vida, estudei com bolsa de estudos. E tinha que ralar muito – muito mesmo – para mantê-la. Mas nunca encarei isso como algo ruim. Meus pais nunca precisaram exigir que eu estudasse. Isso não quer dizer que eu sempre tirei tudo de letra, não… Pelo contrário, encontrei muitos obstáculos pelo caminho. Mas aprendi a arregaçar as mangas e a superar os desafios com muita garra. Pare de encarar como obrigação aquilo que é um direito libertador. Sim, um direito, porque, se você não sabe, em alguns lugares do mundo esse direito, ainda hoje, é negado a muita gente. “Bote a cara” nos livros e corra atrás de quem você quer ser. Precisamos renunciar essa cultura do “menor esforço”. Estudar não é fácil mesmo, eu sei. Mas, pior do que isso, é conformar-se com a ignorância, é ser vítima do destino, é nunca escrever sua própria história. Leia a história de Jesus. Ele combateu a ignorância com todas as suas forças. Ele sabia que, por falta de conhecimento, o povo continuamente tomava decisões erradas e era facilmente manipulado. Por isso, invista em sua mente. Ninguém merece gente que não tem o mínimo de conteúdo. Conhecer um pouco de política e economia com certeza fará de você um cidadão muito mais relevante. Falar mais de uma língua vai abrir muitas portas e, principalmente, desenvolver sua massa cinzenta. Corra atrás.

INVISTA EM SEU CORAÇÃO

Uma dia, fiz uma oração que mudou minha vida: “Senhor, guarda o meu coração. Guarda, por favor. Esconde-o dentro do seu coração para que o homem que deseje conquistá-lo tenha que perseguir O SEU coração para encontrar o meu. Guarda o meu coração, Senhor. Eu não quero mais sofrer.” E ponto. Eu sei que ele ouviu. É simples, há um tempo certo para todas as coisas. E, enquanto isso, você precisa investir nele, cuidar dele, tratar de curar todas as feridas nele. Um dos maiores erros que alguém pode cometer é tentar sarar as feridas do seu coração colocando outra pessoa nele o mais rápido possível. Ninguém pode com essa responsabilidade: isso é coisa sua. Cuide do seu coração. Guarde-o com cuidado – dele procedem as fontes da vida. O Rei Salomão nos deixou isso em Provérbios 4:23. Guardar o coração não é covardia. É nobreza. Não é torná-lo intocável, irredimível, inalcançável. É torná-lo sábio o suficiente para entender que o tempo certo chegou. Mais do que só tentar reparar os danos que são continuamente causados pela convivência humana e suas exigências, procure ser uma pessoa emocionalmente saudável. Seja bonito por dentro – tenha um coração bonito. Busque sabedoria. É preciso aprender a viver. Você tem um livro que ensina isso. Tire-o da sua cabeceira e comece a ler o que ele diz. Sabe do que estou falando, não sabe? Bíblia Sagrada. Ela tem muito mais a dizer sobre a vida (e como vivê-la) que os seriados do Netflix e feed de notícias do Facebook.

INVISTA EM SEU CORPO

E por que não? Todo mundo já sabe – inclusive você – que exercício físico faz bem pra saúde. Que é importante seguir uma dieta balanceada e saudável. Que é necessário dar um pulinho no médico de quando em quando para prevenir – não para remediar. Que o seu corpo é tempo do Espírito Santo. É… A gente sabe disso. E por que é que não faz? Não é pecado cuidar de si mesmo. Pecado é não cuidar. Eu vou para academia, corro sempre que posso, adoro pilates, sigo uma dieta, sempre tenho um batom na bolsa, não saio de casa sem perfume e isso não me torna uma pessoa fútil. A gente precisa parar de julgar, sabe? Você não pode amar o seu próximo se não amar você mesmo. Ninguém dá aquilo que não tem. Simples assim. Ninguém está incentivando a vaidade por aqui. Estamos falando sobre dignidade e auto-respeito. Agradeça a Deus pelo dom da vida cuidando da casa onde Ele vive.

INVISTA EM SEU ESPÍRITO

O último e não menos importante. Invista em seu espírito! Entre no seu quarto, feche a sua porta e tenha um tempo – só você e Ele – todo dia. Cuide, com todo carinho, do seu espírito. Jesus disse que casas construídas sobre a areia são facilmente derrubadas quando as tempestades vêm. É simples, e eu posso responder isso como uma futura engenheira civil: casas sem alicerce não ficam de pé. A base da sua vida é construída no seu secreto. E leva tempo. Não dá para viver o que Deus tem para você lendo a Bíblia por 5 minutos umas 3 vezes na semana. É preciso mais. Chame a atenção de Deus. Faça algo doido por Ele. No começo desse ano, eu decidi fazer uma loucurinha. Decidi que iria ler a Bíblia inteira ao longo de um ano só em inglês. Foi difícil no começo, mas perseverei: hoje completo 80% do meu plano anual. Eu decidi chamar a atenção de Deus pra mim e dizer: “Deus, eu vou te perseguir com todas as minhas forças até que eu Te encontre. Guia-me a um novo lugar. Eu quero ir mais profundo.” Pronto. Estou feliz por ser maluca e fazer essas orações doidas. Sinto que estou vivendo muito mais além do que imaginei viver… A jornada da vida só me é permitida viver uma vez. Por isso, eu vou fazer dela a viagem mais incrível. E nela só entra quem pensar igual. Eu não quero alguém que me complete. Eu quero alguém que me transborde.

RELACIONADO
COMPARTILHE ESTE ARTIGO:
 

Sâmela Ribeiro

Uma quase engenheira civil que ama café, viagens, gatos, violão, Netflix, gente e Jesus - não necessariamente nessa ordem.