Afinal, o que é santidade?


A Bíblia fala muito sobre ser santo, sobre santidade.

“Mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em toda a vossa maneira de viver; porquanto está escrito: Sede santos, porque eu sou santo.” 1 Pedro 1:15,16

Mas afinal, o que significa ser santo?

“Santidade não é procurar ser estranho. Santidade é procurar ser como igual a Jesus.” Max Lucado

“Aos olhos do mundo, não é a nossa relação com Jesus que conta; é a nossa semelhança com Ele!” Charles Swindoll

Santidade nada mais é, do que se parecer com Jesus. É ter um relacionamento tão profundo com o nosso Salvador, a ponto de nos parecermos com Ele.

E a palavra-chave aqui é: relacionamento.

Assim como é em nosso cotidiano, quanto mais tempo você passa com alguém, mas você se parece com essa pessoa. Em uma amizade, por exemplo, quando você passa tempo com essa pessoa, você começa a falar igual a ela, falar as gírias que ela fala, até mesmo, você pega as manias da pessoa. O nosso relacionamento com Jesus deveria ser assim. Em que as pessoas olhassem para nós e não vissem mais a nós mesmo, mas vissem Jesus. Vissem as características de Jesus.

Mas como você quer se parecer com Ele, se você não passa tempo com Ele? Não passa tempo conhecendo-O? Não passa tempo com Ele? Não fala com Ele?

Relacionamento com Jesus não é ir à igreja ou participar de um ministério. Relacionamento com Jesus não é ir à um congresso, seminário ou show gospel. Relacionamento com Jesus não é ler um livro cristão, ouvir música gospel, usar camisetas cristas ou ser seguidor do Escolhi Esperar. Relacionamento com Jesus não é ter um pastor ou líder como seu referencial.

Relacionamento com Jesus é O ter como o seu melhor amigo. É tirar tempo para conhecê-Lo através das escrituras. É estudar a Sua vida, através do Evangelho. É ter um relacionamento tão profundo com Ele, à ponto de realmente Ele ocupar o primeiro lugar em Sua vida. É dar mais importância à Ele do que à sua igreja, seu ministério, seu trabalho, seus estudos, a sua vida.

Jesus é muito claro em relação à isso:

“E Jesus disse aos discípulos: Se alguém quer ser meu seguidor, esqueça os seus próprios interesses, esteja pronto para morrer como eu vou morrer e me acompanhe.” Mateus 16:24

Santidade é esquecer os seus próprios interesses é negar-se a si mesmo. É matar a sua carne, matar os seus desejos. Negar a nossa natureza pecaminosa, negar o pecado. Dizer não para tudo o que vai contrário à Deus. Ser seguidor de Jesus é não trocar o seu relacionamento com Ele por alguns momentos de prazer que o pecado lhe oferece.

E ao contrário do que pensamos, a santidade não deveria ser uma escolha sua e sim, uma consequência do seu relacionamento com Jesus. Santidade é algo que você é. Deveria ser parte de qualquer cristão. Deveria ser algo natural. Assim como nós respiramos sem parar pra pensar, sem escolher respirar, a santidade deveria ser assim, algo que reflete que “já não sou eu quem vive, mas Cristo é quem vive em mim. E esta vida que vivo agora, eu a vivo pela fé no Filho de Deus, que me amou e se deu a si mesmo por mim.” Gálatas 2:20.

Afinal, Deus não disse: escolham ser santos, escolham a santidade. Deus disse: sejam santos. Isso é uma ordem, não uma escolha. “…porquanto está escrito: Sede santos, porque eu sou santo.” 1 Pedro 1:16

E para terminar esse post:

“Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai.” Filipenses 4:8

Com amor

Pati Geiger

(Pra acompanhar tudo que eu escrevo, é só curtir a minha fan page: Patrícia Geiger)

seta

CONHEÇA NOSSA LOJA ONLINE