Antes de amar alguém…


Parada, petrificada, como se o mundo tivesse deixado de girar por um segundo, meus olhos correram rumo ao infinito daquela imensidão, como o oceano a minha frente. Nada me intrigava mais que a voz daquele silêncio. Eu sabia que Deus estava falando, ainda que nenhuma palavra tenha sido dita. A sua presença era o vento que me envolvia. Sopro de vida em mim.

Todo mundo tem uma necessidade legítima de “pertencer”. O ser humano não consegue fugir do seu anseio por ser amado. Por mais que ele brade aos quatro ventos sua independência, não há nada que ele possa dizer a si mesmo que supra a sua profunda dependência de um amor que ultrapasse o limite do amor humano. É como se ele tivesse sido criado para ser amado com um amor que não existe nesse plano. E, ao que parece, ele foi.

Assim como a minha visão do oceano aquele dia foi limitada ao pequeno campo da minha visão, assim é o amor de Deus. O fato de eu conseguir capturar só um pouco de tudo o que ele é não diminui seu tamanho. Minha percepção das coisas não muda sua natureza. Mas sua imensidão me fascinava de uma maneira que eu sabia que o fim não era o fim. O oceano corria muito além de onde meus olhos podiam ver. Um mistério que a mente humana jamais vai conseguir compreender.

Muitas pessoas têm uma ideia errada de quem Deus é e do que é o amor. Em sua ignorância e pequenez, acham que a história acaba onde seus olhos conseguem ver um fim. Mas Deus não é assim. Ele é infinito. E, ainda assim, escolheu amar um ser tão finito como eu e como você. Esse amor é a única coisa que você realmente precisa. Ainda assim, você continua dando voltas e voltas, procurando em outras pessoas e em outros lugares aquilo que só pode vir dele. Não procure infinitos em pessoas finitas. Procure naquele que era antes de todas as coisas e será depois de todas as coisas.

Se quer imensidão, mergulhe Nele. Todos estamos cansados de superficialidade. Não corra na direção oposta procurando preencher esse vazio no peito com coisas que só te fazem morrer lentamente a cada dia. Sua apostasia não diminui o poder do plano da Salvação tecido antes da Criação de todas as coisas, antes da existência, antes do bem e do mal. Sua incredulidade não anula a Cruz. Sua dúvida não balança a existência da eternidade. Não dê a Deus pedaços do seu coração, porque Ele se deu por inteiro. Quando céu e terra colidem, não existem meios. Entregue a Deus os seus começos e pare de deduzir os fins.

“Ele é a imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação,

pois nele foram criadas todas as coisas nos céus e na terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos ou soberanias, poderes ou autoridades; todas as coisas foram criadas por ele e para ele.

Ele é antes de todas as coisas, e nele tudo subsiste.

Ele é a cabeça do corpo, que é a igreja; é o princípio e o primogênito dentre os mortos, para que em tudo tenha a supremacia.

Pois foi do agrado de Deus que nele habitasse toda a plenitude,

e por meio dele reconciliasse consigo todas as coisas, tanto as que estão na terra quanto as que estão no céu, estabelecendo a paz pelo seu sangue derramado na cruz.”

Colossenses 1:15-20

Antes de amar qualquer outra pessoa, ame aquele que é o próprio Amor. Ele é o centro de todas as coisas. Nele TUDO subsiste.

Sâmela Ribeiro
Sâmela Ribeiro Facebook Twitter Imprimir

Uma quase engenheira civil que ama café, viagens, gatos, violão, Netflix, gente e Jesus - não necessariamente nessa ordem.

seta

CONHEÇA NOSSA LOJA ONLINE