Home Artigos Assistiu a Copa na Casa dos Sogros?

Assistiu a Copa na Casa dos Sogros?

1148
0
Dá um check nessa música: “Bons Tempos” – Pregador Luo e Apocalipse 16

Se você acompanha o Instagram ou o Twitter, deve ter visto alguns memes* a respeito de: “Meta para 2018: Assistir a copa na casa da sogra”; “Será se neste ano irei assistir a copa na casa da sogra?”; “O projeto ‘Assistir Copa na Casa da Sogra’ ficou para 2022”.

De um jeito engraçado, define a situação de muita gente. Grande parte dessas pessoas está desesperada para que o “alguém” tão esperado chegue logo. Porque não querem passar por outra evento “sozinhas”. Outras, apenas se divertem na internet. Embora elas estejam compartilhando, também, os memes, não é sobre elas que quero falar.

Um número cada vez maior de pessoas tem visto o fato de estar solteiro como uma punição, uma desvantagem, uma inferioridade em relação a quem namora. E não estou aqui fazendo apologia à “solteirice”. Esse artigo não é sobre isso. É sobre compreender que cada etapa da vida contribui para o seu processo.

Adotar a perspectiva de que quem está em um relacionamento sério é mais feliz, aproveita mais a vida, se diverte mais (inclusive na copa porque assiste na casa dos sogros), tem um feed na redes sociais mais “bonito”…é cair no engano da comparação.

A comparação é um ciclo vicioso. Um emaranhado de teias que envolve a mente e o coração. Nunca se satisfaz e busca níveis cada vez mais profundos. É o resultado de corações que não conseguem enxergar o que possuem de bom, e na maioria das vezes…está bem na frente do nariz delas. Da comparação podem resultar alguns sentimentos, tais como a raiva, a depreciação pessoal, tristeza…

Thays Lessa, uma YouTuber cristã, postou um vídeo há algum tempo sobre isso: “Não Há Ganho Na Comparação”. Ela disse algo que me chamou muita atenção:

“Eu tinha raiva das pessoas que me lembravam quem eu nunca seria. Com o tempo, entendi que era raiva das pessoas. Era raiva de Deus. ‘Por que não sou eu ali no lugar dela?’ Eu percebi que minha raiva não era porque alguém ‘tava melhor do que eu, ‘tava porque eu não tinha entendido meu propósito, eu não tinha entendido Deus”.

Se você ainda está solteiro, e não assistiu o jogo da estreia da Seleção Brasileira ou não assistirá nenhum jogo na casa dos sogros, não desanima. Essa etapa da sua vida faz parte da caminhada. Existem coisas e situações que você precisa aprender e passar sem estar relacionado amorosamente com alguém.

Isso não significa que não há outras pessoas importantes perto de você. Olhe ao seu redor e veja o quão abençoado você é: sua família – seja de sangue ou de coração, seus amigos, sua igreja.

Ao invés de ver essa fase da vida se lamentando, escolha viver um dia de cada vez. Viva cada momento. Aproveite o máximo que puder da vida, colecione boas memórias, aventure-se, torça e ore pelo Brasil com seus familiares e amigos. Os sogros podem aguardar, não podem?

Quem é você está sendo transformado a todo instante. Entenda em Deus qual é o propósito da sua vida, e não se compare. O que você tem hoje, quem você é agora é tão importante quanto o futuro. Faz parte do processo. É o processo.

Trate de encontrar a beleza nessa estação. Há sempre algo novo acontecendo e você não perceberá se estiver vivendo a jornada do outro.

“Para tudo há uma ocasião, e um tempo para cada propósito debaixo do céu”.

Eclesiastes 3:1

 

 

 

*Meme é um termo grego que significa imitação. O termo é bastante conhecido e utilizado no “mundo da internet”, referindo-se ao fenômeno de “viralização” de uma informação, ou seja,qualquer vídeo, imagem, frase, ideia, música e etc, que se espalhe entre vários usuários rapidamente, alcançando muita popularidade.

(Definição pelo Site “Significados“)