Carne versus Espírito

Tudo começou há 5 anos, quando fiz a minha escolha de esperar em Deus um amor para vida toda! A espera não é fácil, e como sempre, existem as propostas que o mundo nos oferece para satisfazer as vontades da carne.
Me apaixonei por um “cara” que era tudo que eu sonhava e começamos a viver um romance. Só que existia uma diferença entre nós: o jugo desigual. Como é de costume, ele prometeu ser diferente e mudar por me amar, e eu acreditei! Comecei a orar e jejuar por ele. Briguei com minha família, meus amigos e pastor por acreditar que eu viveria com ele uma história de amor, típica de filmes de Hollywood, que todo mundo é contra, mas que no fim tudo dá certo e seríamos felizes para sempre. Mas não foi bem assim…
Pedi uma orientação de Deus, por acreditar que essa seria a minha história de amor. E fui bem categórica no que pedi, em oração eu falei: – “Deus quero que o Senhor me fale três vezes em profecia para que eu tenha certeza de forma bem clara se ele é ou não a pessoa certa para mim!” (Detalhe: na igreja que congrego, são pouquíssimas pessoas que tem dom de revelação). E Deus, por ser tão fiel, atendeu minhas orações. E no Encontro que participei Ele disse três vezes, como eu havia pedido, que NÃO!
No começo eu aceitei e disse que viveria para Deus. Expliquei para o carinha, e ele até que entendeu. Mas a vontade de estar com ele passou a ser maior que a vontade de estar com Deus. Passamos a nos encontrar escondidos. Eu não caí em pecado, não fiquei com ele, mas meu espírito esmoreceu e já não orava e nem jejuava mais. Essa foi uma das consequências da minha escolha.
Nisso ele começou a pisar na bola comigo e começou a me provocar carnalmente, tentando me beijar. É claro que a minha carne queria e meu espírito não. E eu vivia nesta luta. Até que entendi que negar a minha carne e viver para Deus seria a minha melhor escolha. Então decidi por um fim nessa história. Sofri demais, não foi fácil, mas venci!!! Foi difícil recuperar o espiritual também, mas Deus pode restaurar tudo. O que me fez decidir seguir a Cristo e deixar minha vontade de lado, foi crer que os planos e a história de amor que Deus tem para preparado para mim é melhor do que a que eu posso escolher.
O relacionamento que Deus tem para mim traz paz, me aproxima de Deus e me deixa segura. Hoje vejo que não daria certo e que o que antes eu sonhava e achava perfeito para mim, não chega nem perto do que sonhei realmente. Chego a conclusão que estava cega de paixão!
O que aprendi com toda essa historia?
A carência nos faz escolher errado.
Paixão passa.
Pais e pastores sempre tem razão
Ninguém muda por amor a alguém, mas muda por amor a Deus.
Vale a pena negar a carne.
Deus só dá algo que vem por bem.
E eu, hoje, continuo esperando para viver a minha história de amor escrita por Deus! Se você tem passado por isso, creia que Deus está te livrando para te dar algo melhor. Se ainda não decidiu o que fazer, siga a Deus e não o seu coração. Se aconselhe com amigos de Deus, líderes espirituais ou seus pais. Isaías – 55.8: Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos os meus caminhos, diz o Senhor.
Esse artigo é uma contribuição de nossos leitores.
Yasmin Bachi, 21 anos, estudante de jornalismo, congrega no Ministério Apostólico Peniel (MAP) de Araçatuba-SP.

RELACIONADO
COMPARTILHE ESTE ARTIGO:
 
mm

Redação Eu Escolhi Esperar