Home Artigos Como Você Tem Vivido Seus Dias?

Como Você Tem Vivido Seus Dias?

3063
0

Como você tem aproveitado?

Já estamos na quarta semana do ano. Fez o quê de bom?

As primeiras horas e dias do ano são promissoras. Enchemos nossas mentes com promessas, com metas, com objetivos que – deste ano – não passam. Silenciosamente, cada um deles vai se dissipando. Não se sabe ao certo o real motivo: talvez sejam ocultados pelas vozes que inspiram diversão e folia sem fim nos dias vindouros; talvez a  preguiça esconda a força de vontade; talvez a dor da frustração da primeira (ou sétima vez)…

E sem que tenhamos planejado…logo, logo esquecemo-nos do que tínhamos traçado como objetivos. Deixamos para amanhã, e quem sabe, mês que vem. Embora, dentro de nossos corações ainda pulse o anseio de vivermos alguns daqueles sonhos.

Permitimos que outras coisas ocupem nossos pensamentos e levamos nossos dias “empurrando com a barriga”, de qualquer jeito e sem nenhum fim específico. Te pergunto: assim fica difícil, não é?

Ler a Bíblia toda nesse ano. Mas não chegou a ler um capítulo ainda. Conseguir a vaga do emprego, porém não mandou o currículo ou não fez ainda aquele curso necessário. Quer arranjar um namorado ou namorada, e não aprendeu tudo o que precisa para ser um bom par. Sonha em ser feliz, mas desanima em cada obstáculo.

Possivelmente você pense que essa afirmação seja óbvia demais. Mas lá vai: nosso ano é a soma de todos os dias que vivemos nele. Não há como afirmar que será um bom 2018 ou uma boa vida, se nas pequenas partes – e de suma importância – existimos sem propósito algum.

Serão apenas outros 365 dias se você e eu não encararmos os próximos 11 meses com valentia, constância e atrevimento. É, atrevimento. Fôlego para encarar os riscos que permeiam nossos sonhos. Força que possibilita apreciar seja lá o que estiver adiante de nós – mesmo que seja a dor. É dizer como o salmista, ter disposição para contar cada dia, como se fosse único!

“Ensina-nos a contar os nossos dias, de tal maneira que alcancemos corações sábios.” (Salmo 90.12)

A vida pode ser extraordinária. E ela não precisa começar amanhã ou semana que vem. Nossa existência é real e está acontecendo agora. Os nossos sonhos são possíveis de serem alcançados – é preciso que demos o primeiro passo. Não permita que o desânimo, a dor, os pesares impeçam que você viva os seus dias de forma plena.

Talvez ainda não tenham sido realizados seus objetivos. Calma! Tem muito ainda para ser vivido, é só você querer. Não desanima agora. Ouse viver semeando frutos que resultarão em crescimento. Sobreviva aos impedimentos tirando o máximo de proveito e aprendizado. Cresça, seja e viva tudo aquilo que sonha.

 

“Que, mesmo quando estivermos doendo, não percamos de vista nem de sonho a ideia da alegria. Tomara que apesar dos apesares todos, dos pesares todos, a gente continue tendo valentia suficiente para não abrir mão de se sentir feliz. Tomara.” 

Ana Jácomo.