Cresça e amadureça!


Quando somos crianças ouvimos dos nossos pais que há coisas que só viveremos quando crescermos.  Então alguns passam sonhando com o dia em que estarão crescidos para fazer coisas de gente grande! Contudo, todos crescem, mas poucos amadurecem! Crescer é a parte mais fácil e aparente, pois é algo mais visível, porém amadurecer….isso demora um pouco mais. Amadurecer não é algo que acontece de um dia para noite…não é um botão que simplesmente apertamos e pronto! Amadurecer é um processo interno e invisível que nos leva ao pleno desenvolvimento da vida. Somente quando somos maduros podemos viver ao máximo, aproveitando todas as oportunidades que Deus nos proporciona para sermos felizes.

“Em latim, Maturidade é moturitas – aquele que evoluiu saudavelmente, cresceu, amadureceu, tornou-se aprovado; aquele que tem controle sobre reações instintivas e passionais, que reflete antes de agir, e não toma decisões sem avaliar resultados. Esse é o conceito de maduro. Curiosamente, o latim fala de um tipo de maturidade introdutória, adolescens, que é uma fase da vida onde se introduz a maturidade, isso quer dizer que Jesus como Adolescente foi perfeitamente aprovado diante de doutores. Um adolescente, jovenzinho que recebeu uma orientação correta, que mesmo na introdução da vida não fez o que quis. “E todos os que o ouviam se admiravam da sua inteligência e das suas respostas.” (Lucas 2:47). Isso porque adolescens é um líder maduro, mesmo sendo ainda muito jovem.” (trecho escrito por Ap. Renê T.N.)

Sabe quando você percebe que está amadurecendo?

Quando suas reações aos nãos de Deus deixam de produzir atos de rebeldia e passam a tranquilidade da arte de esperar pelo melhor de Deus. Os maduros tem a capacidade de identificar que ainda não estão prontos e que por isso não podem desfrutar de certas bênçãos. A maturidade nos faz enxergar quanto tempo perdemos olhando para nosso próprio umbigo enquanto ao nosso redor há muitas outras coisas importantes para nos preocuparmos. A maturidade nos faz ser menos egoístas e mais compreensivos com as necessidades dos outros. A maturidade nos faz sermos discretos e guardarmos o nosso coração do exibicionismo. A maturidade nos faz entender que não podemos ser movidos por paixão, uma vez que a linguagem de Deus é o amor. A maturidade nos faz ser comprometidos com o Reino de Deus. Nos faz zelar por uma vida de santidade e testemunho. A maturidade ignora as picuinhas do tipo: fulano não me cumprimentou…Beltrano não vai com a minha cara…

A maturidade nos faz entender que a correção das nossas atitudes é necessária e gera cura em nossas almas. A maturidade nos ensina nem tudo é preciso ser dito, mas sim refletido em nossa mente. A maturidade nos faz olhar além das circunstâncias.

Pessoas verdadeiramente maduras não ficam murmurando no tempo de espera, mas aproveitam o tempo para investir no seu futuro.

Os maduros sabem esperar. Os maduros desistem de fazer as coisas do seu próprio jeito. Os maduros pensam muitas vezes antes de tomar alguma decisão e pronunciar palavras.

Os maduros aprendem que não podemos abrir o coração com qualquer pessoa. O maduro entende que sua vida com Deus é o maior bem que Ele pode possuir na vida e zela por isso.

O maduro sabe discernir o tempo de brincar e o tempo de ser sério.

Os maduros não escolhem esperar porque é a “moda do momento”, mas sim porque compreendem que este é o melhor caminho. Os maduros não ficam esperneando e questionando a Deus, eles têm a plena convicção que Deus conduz os seus passos, mesmo quando estão em meio às crises da vida.

Por que uma pessoa imatura não pode se casar?

Parece óbvio, mas precisa ser dito! Relacionamento amoroso não é brincadeira de casinha! Não é apenas sentir a alegria de ter alguém do seu lado!

 Tem muita gente imatura por aí querendo se casar e que desastre seria se Deus permitisse que as coisas acontecessem no tempo que os imaturos querem…

Para poder se casar, é necessário ser maduro. Maduro para aprender que o amor o levará a muitas renúncias.  O que nos torna maduros é passar pela provação e aprender a lição!

As pessoas mais maduras são aquelas que após enfrentar diversas adversidades, apresentam os frutos do espírito. (Gl 5)

Quem é maduro se submete a ouvir conselhos.

Uma pessoa madura jamais vai colocar um romance acima de Deus. Por isso, se relacionar em jugo desigual é algo que nunca fará parte da sua vida.

Você demonstra ser maduro, quando as influências externas não mudam suas convicções internas.

Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino. (Coríntios 13:11)

Se você leu este texto e se sentiu desconfortável, não desanime, é a voz de Deus lhe dizendo: Cresça e amadureça meu filho!

 “…Até que todos cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo.” (Efésios 4:11)

mm
Simone Messina Gomez Facebook Twitter Imprimir

Simone Messina Gomez. Funcionária pública e escritora cristã. Membro da Igreja Bastista Nacional de Santa Maria, RS. Autora do livro O valor de estar solteiro e de muitos outros que estão por vir! Casada com Pedro Tasca Gomez. Ministramos seminários sobre Vida de solteiro, Romance Real e Santidade. Contato: simessina@gmail.com

seta

CONHEÇA NOSSA LOJA ONLINE