Curtindo a vida adoidado

Você com certeza já deve ter visto esse filme não?

O artigo de hoje é da minha esposa, Angela (a primeira e única mulher da minha vida) artigo comemorativos aos nossos 14 anos de casamento, que foi ontem dia 31 de janeiro. Segue:

Eu me casei aos 18 anos, quando alguns ouviram que eu iria casar, diziam: “mas tão cedo você nem curtiu a vida!”

O que é curtir a vida para muitos é sair para a balada e beber a noite inteira, é beijar muito! Ter muitas experiências sexuais pra se tornar “expert” no assunto.

Ontem eu e o Nelson fizemos 14 anos de casados. Olhando para trás, vejo que eu curti e curto a vida adoidado! Ao lado do meu marido e amigo.

Já virei muitas noites dando risadas com os amigos, ou na presença do Pai, sem precisar encher a cara, e foi muito divertido!

Já beijei “muuuuuuito”, o meu maridinho é claro, ha ha ha, e não precisei fazer teste drive com ninguém para experimentar o que Deus tem de melhor para nós na nossa vida sexual.

Estou aqui para declarar pra você que está esperando, que não se iluda com as mentiras contatadas por aí, fique firme porque vale a pena esperar.

Se você ainda não encontrou seu par, curta sua vida adoidado, com os amigos, os irmãos ou seus parentes.

Guardando seu coração e seu corpo para estar inteiro quando a hora chegar.

A vida não é feita de sexo e rock in rool, guarde a si mesmo para quem vai fazer valer a pena!

Angela Cristina,
Coordenadora e Idealizadora
Mobilização “Eu Escolhi Esperar”

RELACIONADO
COMPARTILHE ESTE ARTIGO:
 
mm

Nelson Jr

Nelson Junior, coordenador e idealizador, é casado com Ângela Cristina, pai de Ana Carolina e Milena. É pastor desde 1998, formado em Teologia pelo IBAD, é da Igreja em Vitória e membro da Associação de Pastores Evangélicos de Vila Velha. Trabalha com jovens e adolescentes há pouco mais de 20 anos.