Da decepção sentimental à restauração em Deus | 5 hábitos que fazem a diferença para quem busca essa mudança


Sim! Você pode ser feliz novamente; mesmo que já tenha passado por uma forte decepção amorosa, é possível ser totalmente restaurado em Deus. E pode ser bem mais feliz do que já foi. Eu garanto! Não porque sou melhor do que alguém, mas porque sigo Jesus Cristo – Aquele que me deu vida plena e que também quer dá-la a você.

Não quero iludir seu coração nem sua mente. Mudar seu comportamento para sair dessa situação pode ser (um pouco) difícil no início; afinal, requer esforço de sua parte. Mesmo assim, prossiga. Essa mudança não depende de pessoas ou circunstâncias; ela depende de você e de Deus!

É impossível o Senhor não lhe dar a orientação necessária para você ter sua vida sentimental ajustada segundo a vontade dEle. Sou prova disso. Já passei por situações deprimentes, que poderiam se reverter em consequências drásticas e até sem solução (já me senti a mais feia das criaturas por ter sido rejeitado, já fui traído e literalmente desejei morrer). Mas a boa notícia é que Jesus me resgatou e, do mesmo modo, deseja o melhor também para a sua vida! Ele quer dar a você a direção de que precisa para superar a dor e obter sua restauração. Você não está sozinho! Ele é especialista em transformar o caos em bênção! Talvez você não esteja acreditando que isso acontecerá. Eu também pensava assim. Puro engano! Deus não faz acepção de pessoas, lembra?

Para ajudá-lo, listei a seguir cinco dentre tantos hábitos a serem seguidos para quem deseja ter a vida restaurada em Deus. Então? Preparado para as mudanças?

O 1º hábito: focar o melhor. Em Sua Palavra, Deus sempre conscientizou a humanidade sobre as consequências reservadas àqueles que seguem a Deus e àqueles que não O seguem: a vida ou a morte; a bênção ou a maldição. Não existem três ou mais opções. E quando Ele nos faz esse alerta, está nos dizendo no presente aquilo que acontecerá no futuro. Todos os dias a nossa mente – como um verdadeiro campo de batalha – é bombardeada com escolhas que devemos fazer. Muitas opções são até aparentemente boas; no entanto, não passam de armadilhas de Satanás para futuramente tentar desviar-nos do nosso foco (ele é um estrategista nesse assunto). Um exemplo prático de que você está mantendo o foco no melhor de Deus é afastar-se daquela pessoa que certamente irá levá-lo a afastar-se do Senhor caso você se deixe ser seduzido por ela. Deus tem preparado alguém especial para a sua vida segundo os Seus propósitos; portanto, por mais sedutora que seja essa pessoa, se ela não for a resposta de Deus para você, não se envolva com ela.

O 2º hábito: (re)aprender. Ter um coração ensinável é uma característica de humildade e de um verdadeiro servo do Senhor Jesus – e, por incrível que pareça, é mais fácil (re)aprender do que desaprender. Enganosamente, muitos entram em relacionamentos ou os mantêm com base em ensinamentos mundanos que aprenderam, do tipo: “Se eu não fisgar este(a), nunca mais serei feliz” ou “Se eu não fizer o que ele(a) quer, vou ficar sozinho(a)”. No entanto, você não tem de fazer o que a pessoa quer para “segurá-la”, mas, sim, o que Deus quer. E se a pessoa deixar você, agradeça o livramento que Deus lhe deu. Infelizmente, muitos cristãos tentam introduzir opiniões mundanas em nossas igrejas – e ainda estranham se você discorda deles. Fique atento ao joio em meio ao trigo!

O 3º hábito: aperfeiçoar os valores do Reino de Deus em seu coração. Pessoas sábias e inteligentes descobrem que o que as faz felizes não são as coisas nem as pessoas, mas seus valores internos. Mude os valores, e você fará uma leitura diferente do mundo. Valor é tudo aquilo que você considera importante; é tudo aquilo que norteia seu coração como um princípio. O cristão verdadeiro é aquele que busca o valor do Reino de Deus. O Senhor é quem sabe fazê-lo feliz de verdade. Aquele que tem o coração firme em Deus tem a certeza de que nunca mais sua felicidade dependerá de alguém; sua dependência está tão somente no Senhor. Infelizmente, por não seguirem esse conselho, muitas pessoas ficam com aquela cara típica de maracujá azedo, acreditando que no outro está a sua felicidade. Deus nos livre! rsrsrs

O 4º hábito: entregar à autoridade de Deus seu relacionamento afetivo. Muitos não submetem a Deus sua vida sentimental; pensam que basta gostar de alguém bonitinho, que tenha bom caráter ou que seja “de igreja”. Agir assim não é submeter-se a Deus. O Senhor é conhecedor de todas as coisas e tem um propósito para cada um de nós. Muito show isso! Por essa razão, devemos sempre pedir Sua orientação. Sejamos sinceros: às vezes, não nos submetemos a Deus por não confiarmos que Ele pode nos dar o melhor. Mas isso é puro engano! Uma dica que me abençoou muito é, antes de sair anunciando que você está afim de alguém, falar primeiro com Deus a respeito de seus sentimentos. Ore e aguarde a direção dEle. O Senhor é seu melhor amigo. É certo! Muito além de unir pessoas, Deus une propósitos!

O 5º (e mais difícil!) hábito: não viver ansioso. Muito além do que ocupar a mente, pessoas restauradas em Deus descobriram que a melhor atitude para não ficarem ansiosas é desenvolver o propósito do Senhor para suas vidas. Comece a entender seu verdadeiro chamado com seus dons e talentos. Quando você descobre isso, percebe que os assuntos divinos começam a se encaixar nos seus propósitos; então, sua vida passa a ter mais “cor”, e você se torna mais feliz. Desenvolva sua paixão pelo Reino de Deus – trabalho esse que começa na sua família e estende-se pelas quatro paredes da nossa congregação, pelo trabalho, pela escola, faculdade etc. Descanse seu coração e trabalhe para o Reino do Senhor. No momento certo, aquela pessoa que você tanto sonha conhecer e que é separada por Ele surgirá na sua vida quando você menos esperar. É um desenho lindo que Deus faz na vida de Seus filhos. Muitos não acreditam muito nisso, mas a Bíblia nos orienta sobre como devemos nos portar e também sobre o que devemos fazer para não ficarmos ansiosos. Confira ao final deste artigo.

Por fim, quero dizer que não tenho a pretensão de substituir o aconselhamento de sua liderança espiritual local; de modo algum! Mas, aliado a ele, também incentivo você, leitor, a interagir comigo. Sinta-se à vontade para escrever para mim, pelo e-mail relacionamentojovemcristao@gmail.com, e farei o possível para responder-lhe o quanto antes. Conte-me sua experiência para que, por meio dela, outras pessoas possam ser edificadas.

Até a próxima!

Marco Aurélio

Marco Aurélio Vieira, casado com Claudia Lins, é formado em Administração. Convertido há 15 anos, é membro da Igreja Evangélica Congregacional de Bento Ribeiro (IECBR) e trabalha ativamente com liderança de célula, aconselhamento (sobretudo na área sentimental cristã) e como professor de escola bíblica.

Claudia Lins, casada com Marco Aurélio Vieira, é nascida e criada no Evangelho, e tecladista no ministério de louvor da igreja em que congregam. Formada em Letras, com pós-graduação em Latim e em Mercado do Livro, atua como revisora de textos e produtora editorial.

*****

Assim não andeis ansiosos, dizendo: Que havemos de comer? ou: Que havemos de beber? ou: Com que nos havemos de vestir? (Pois os gentios é que procuram todas estas coisas); porque vosso Pai celestial sabe que precisais de todas elas. Mas buscai primeiramente o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. Não andeis, pois, ansiosos pelo dia de amanhã, porque o dia de amanhã a si mesmo trará seu cuidado; ao dia bastam os seus próprios males.

Mateus 6.31-34

A lei do Senhor é perfeita, e refrigera a alma; o testemunho do Senhor é fiel, e dá sabedoria aos símplices. Os preceitos do Senhor são retos e alegram o coração; o mandamento do Senhor é puro, e ilumina os olhos. O temor do Senhor é limpo, e permanece eternamente; os juízos do Senhor são verdadeiros e justos juntamente. Mais desejáveis são do que o ouro, sim, do que muito ouro fino; e mais doces do que o mel e o licor dos favos. Também por eles é admoestado o teu servo; e em os guardar há grande recompensa. Quem pode entender os seus erros? Expurga-me tu dos que me são ocultos. Também da soberba guarda o teu servo, para que se não assenhoreie de mim. Então serei sincero, e ficarei limpo de grande transgressão. Sejam agradáveis as palavras da minha boca e a meditação do meu coração perante a tua face, Senhor, Rocha minha e Redentor meu!

Salmo 19.7-14

Foge também das paixões da mocidade; e segue a justiça, a fé, o amor, e a paz com os que, com um coração puro, invocam o Senhor.

2 Timóteo 2.22

E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.

Romanos 12.2

mm
Marco e Claudia Facebook Twitter Imprimir

Marco Aurélio Vieira, casado com Claudia Lins, é formado em Administração. Convertido há 15 anos, é membro da Igreja Evangélica Congregacional de Bento Ribeiro (IECBR) e trabalha ativamente com liderança de célula, aconselhamento (sobretudo na área sentimental cristã) e como professor de escola bíblica. Claudia Lins, casada com Marco Aurélio Vieira, é nascida e criada no Evangelho, e tecladista no ministério de louvor da igreja em que congregam. Formada em Letras, com pós-graduação em Latim e em Mercado do Livro, atua como revisora de textos e produtora editorial. Marco Aurelio e Claudia Lins escrevem quinzenalmente aos domingos.

seta

CONHEÇA NOSSA LOJA ONLINE