Home Artigos Deus não precisa de ajuda

Deus não precisa de ajuda

2234
0
Na história de Abraão, podemos observar vários aspectos. Muito se fala de sua fidelidade a Deus, de como ele confiou em Deus e de como ele foi considerado um dos heróis da fé.
Mas temos uma história um pouco diferente no início disso tudo.
Em Gênesis 13, Deus prometeu a Abraão dessedentes:
“E farei a tua descendência como o pó da terra; de maneira que se alguém puder contar o pó da terra, também a tua descendência será contada.” Gênesis 13:16
 
Mas com o passar do tempo, parece Abrão e Sarai (seus nomes antes de Deus mudar para Abraão e Sara) vão se esquecendo dessa promessa, vão se cansando e achando que Deus os esqueceu. É o que vemos no decorrer da narrativa, até Gênesis 16, quando Sarai resolve fazer as coisas do jeito dela.
 
“Ora Sarai, mulher de Abrão, não lhe dava filhos, e ele tinha uma serva egípcia, cujo nome era Agar. E disse Sarai a Abrão: Eis que o Senhor me tem impedido de dar à luz; toma, pois, a minha serva; porventura terei filhos dela. E ouviu Abrão a voz de Sarai.” Gênesis 16:1,2
 
Outra versão diz “já que o Senhor me impediu de ter filhos, possua a minha serva; talvez eu possa ter filhos com ela.
Mas Deus havia prometido os filhos para Abrão e Sarai e não para Abrão e a serva de Sarai. E então, no versículo 5, vemos que Sarai ficou com muito ciúme de ver Hagar grávida e quis colocar a culpa em Abrão.
“Então disse Sarai a Abrão: Meu agravo seja sobre ti; minha serva pus eu em teu regaço; vendo ela agora que concebeu, sou menosprezada aos seus olhos; o Senhor julgue entre mim e ti.”Gênesis 16:5
Primeiro Sarai quis colocar a culpa em Deus por não ter filhos, resolve fazer as coisas do seu jeito e depois do resultado, quis colocar a culpa em Abrão. Abrão concordou com ela e por isso os dois erraram ao querer “ajudar a Deus”.
De acordo com os costumes da  época, o homem poderia ter relações sexuais com uma serva e incluir os filhos dela em sua família. Abraão e Sarah procuraram obter os filhos que Deus os prometeu, a fim de “ajudar a Deus” a cumprir essa promessa. No entanto, os métodos de Abraão não eram os métodos de Deus e seu proceder gerou ciúmes e tristeza consideráveis.
Abrão e Sarai deram um “jeitinho” nas coisas, pensando que poderiam enganar a Deus, pensando que este precisava de ajuda, pois tinha esquecido deles.
Quantas vezes nós mesmo não queremos dar o nosso “jeitinho”? Quantas vezes não queremos ajudar a Deus?
É muito fácil fazer as coisas do nosso jeito e quando elas dão errado, colocar a culpa nos outros ou até mesmo em Deus.
Fato é que que Deus não precisa e nunca precisou da nossa ajuda. Nós é que precisamos dele.
Se tratando da área emocional, vejo muitas pessoas que querem fazer as coisas do seu jeito porque se cansam de esperar, se cansam de esperar em Deus por um cônjuge e resolvem fazer as coisas do seu jeito, resolvem dar um “jeitinho”, resolvem ajudar a Deus. E nessa história, acabam indo contra a vontade de Deus, acabam se envolvendo com quem não é nem cristão, acabam fazendo coisas que são pecado, acabam se magoando.
Quando fazemos as coisas do nosso jeito, o resultado é esse como vimos na história, frustração, lágrimas, rejeição.
Em qualquer aspecto da nossa vida, não podemos querer ajudar a Deus, mas sim confiar nele e em Seu amor. Confiar que Ele fará o que é melhor. Confiar que não há nada que nós mesmo possamos fazer para ajudar a Deus.
Entenda que Deus não precisa de ajuda, mas que você precisa da ajuda dele.
 
“Pois eu sou o Senhor, o seu Deus, que o segura pela mão direita e diz a você: Não tema; eu o ajudarei.” Isaías 41:13
Com amor

Pati Geiger

Blog pessoal: IDEIAS NO FORNO

Instagram: @PATRICIAGEIGER

Fan Page: PATRÍCIA GEIGER

Twitter: @patigeiger

COMPARTILHE ESTE ARTIGO:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário
Digite seu nome aqui