Dia dos Namorados: #sobrevivi!

Graaaaaaça e a paz, pessoas bonitas!
Entre mortos e feridos, todos passando bem?
Pois é, um dia após o tão falado e esperado (para alguns, para outros nem tanto) “Dia dos Namorados”, o assunto não poderia ser outro.
Quem já me acompanha aqui, sabe que estou em carreira solo, vulgo sozinho – porque solteiro até quem namora ou está noivo é, ok? Não vigia não, para você ver. u.u
Então… Que Deus abençoe seu relacionamento em nome de Jesus. Amém!
Mas vigiem, vasos e vasilhas! Haha’
Continuando: quero contar para vocês como foi passar o 28° Dia dos Namorados sem namorada (28/30 e a contagem só aumenta. É prova! ^^).
De uma forma bem simples e descontraída, (vou tentar) quero trazer algumas reflexões sobre essa situação.

Primeiramente: para mim,  Dia dos Namorados, para quem não namora, é como Dia da Árvore para quem não é árvore: não altera a ordem da fila do pão.
Porém não diminuo a importância dele para quem namora.
Sim, é uma data comercial, porque todo dia é dia e blá³… Mas tem o dia específico e, sim, muita gente aproveita para fazer uma programação diferente, uma declaração diferente, pedir em casamento, etc.
Isso é muito bonito de se ver!
Mas o que eu vi de gente postando coisas negativas ontem, é de alarmar. Pessoas aparentemente frustradas se utilizando do que, aqui onde eu moro, nós chamamos de recalque.
Anotem aí: quem se incomoda e não fica feliz com a felicidade de quem namora, está noivo ou casado, não está feliz. E se essa pessoa tem um “amor”, está sendo mal amada. #falei

Segundamente: foi um dia para refletir sobre o maior relacionamento que nós podemos ter: o relacionamento com Deus.
Sei que para alguns deve estar chatão já, toda vez alguém falar sobre isso. Mas aí é que está: se está chatão, é porque ainda precisamos melhorar.
Deus quer ter um relacionamento íntimo e com profundidade conosco. Ele quer essa vontade de ter alguém convertida em anseio por mais dEle, da presença dEle, de conhecimento dEle, de fazer a vontade dEle. Deus quer que Ele seja nosso primeiro pensamento ao acordar e último antes de dormir. Deus quer ser motivo do nosso sorriso, das palavras doces. Deus quer ser lembrado nas músicas que ouvimos e cantamos, nos lugares bonitos que visitamos.
Tanto amor Ele nos deu e continua disponível a nos dar.
Ele nos diz:

“Buscar-me-eis e me achareis quando me buscardes de todo o vosso coração.”
Jeremias 29:13 ARA

Mas muitas vezes só nossas vontades têm todo o nosso coração.
Deus fica com as migalhas da nossa atenção.
Deus me chamou a querer a companhia dEle mais do que tudo nessa vida.
Ou o nosso amor por Deus é o maior da nossa vida, ou não temos amor por Deus. No máximo, uma paixonite.

Terceiramente: se prepare para ser o melhor de Deus para alguém.
Geralmente, as pessoas mais angustiadas por ter alguém são as menos preparadas para um relacionamento.
Não vou me alongar nesse argumento, vá ao meu texto “A melhor coisa que não me aconteceu” e leia novamente a parte sobre o que fazer nesse tempo sem alguém.
Não queira apenas o melhor de Deus para você, queira também ser o melhor de Deus para alguém.
Não aceite nada menos do que o melhor e se prepare para não ser nada menos que isso também.

Para fechar: ontem eu servi a Deus através de serviço às pessoas e tudo com amigos.
Nada melhor do que fazer a vontade de Deus ao lado de pessoas que amamos.
Talvez precisemos mais disso, do que só ficar na nossa vidinha de pensar como é ruim não ter alguém.
A vida não se resume a ter alguém.
Não limite esse dom que Deus te deu.

Foi tão bom, que passou voando!

O dia da opressão passou longe de me oprimir.
Dia dos Namorados: #sobrevivi!

Até a próxima, pessoas bonitas!
Graça e a paz!
Grande abraço!

RELACIONADO
COMPARTILHE ESTE ARTIGO:
 
mm

Cassio Mota Pedroso

Membro da Igreja Metodista Wesleyana em Jardim Maravilha, RJ. Líder de jovens e evangelismo. Solteiro. 30 anos. Estudante de Comunicação Social (Publicidade e Propaganda). É voluntário do EEE desde 2012.