DIA DOS NAMORADOS. Você não precisa ficar na “deprê” por estar solteiro


Dia dos namorados chegando, casais apaixonados se presenteando e um clima de amor no ar. Nessa data, quem está sozinho costuma sentir aquela deprê, aquele desânimo, achando que nunca vai viver um grande amor.

Acredito que a maioria dos solteiros já se perguntou por que ainda está sozinho enquanto os outros estão comprometidos. “Será que Deus se esqueceu de mim por eu não ser tão especial assim?”, provavelmente você já tenha se perguntado.

Pois é! No início da minha caminhada cristã, eu era solteiro e também ficava um pouco angustiado por ver tanto casal namorando, apaixonado… e eu sozinho. Sei muito bem o que é isso!

E não pense que é fácil eu estar falando assim agora só porque já sou casado. Mas o X da questão é saber por que muitos solteiros ainda levam uma vida de tristeza, achando que, com relação à área afetiva, Deus já se esqueceu deles. Veja só o que descobri!

 

 

  1. Muitos estão cansados de saber que em Deus caminhamos por propósitos e que, se estamos em uma caminhada de santidade, nada nos acontece por acaso: tanto as coisas boas quanto as aparentemente ruins contribuem para o nosso bem. Mas sabe qual é o problema? É que às vezes tentamos entender todos esses propósitos na hora em que eles acontecem! Existem questões que são até reveladas de imediato, mas algumas delas só serão reveladas a nós no futuro. Percebeu a diferença? Se você não entender isso, provavelmente ficará irritado e não descansará em Deus, achando que a sua vida não está no controle dEle. Portanto, não tente compreender tudo no exato momento em que as coisas acontecem. Deus sabe o que está fazendo com a sua vida. Ele não nos diz que devemos entender, mas CRER que Ele tem o melhor para nós em todo o tempo. Mesmo quando muitos estão se casando e você ainda não vê nenhuma esperança em encontrar alguém interessante, isso não é o fim. Muitas bênçãos o Senhor ainda tem para a sua vida. Creia!
  2. Semanalmente recebemos inúmeros relatos de solteiros dizendo que não aguentam mais esperar. Alegam que estão na igreja, que estão fazendo “isso e aquilo” para o Senhor, mas que, mesmo assim, têm uma vida de angústia e solidão. Quando alguém diz: “Não aguento mais esperar”, ele está deixando a ansiedade dominá-lo. Para mim, essa ansiedade é reflexo de que ele ainda precisa descobrir seu real propósito em Deus. Por experiência própria, muitos estão confundindo ativismos, trabalhos, funções e cargos dentro e fora da igreja, em vez de desenvolverem sua real paixão em Deus. Você terá certeza do seu chamado quando desenvolver algo para o Reino com imenso prazer. E isso acontece muitas vezes naturalmente, sem que ninguém lhe peça. Nesse caso, você passará horas e horas com extrema satisfação; as semanas correrão sem você perceber, e, como consequência, o fato de estar solteiro será apenas um detalhe. Você continuará sonhando em ter alguém, mas aquela condição de ansiedade será trocada por uma alegria genuína, isso porque você entendeu o real sentido da vida que Deus lhe deu.
  3. Outra coisa interessante que todos os solteiros precisam desenvolver é a capacidade de (sor)rir de si mesmo. Às vezes, somos severos demais com o nosso próprio “eu” ou pautamos a nossa felicidade somente naquilo que vemos ou temos – e nos esquecemos do que somos em Deus e de tudo o que Ele nos prometeu na Glória. Quando mudei esse entendimento, passei a trabalhar em mim a capacidade de buscar me alegrar em todo o tempo. Filipenses 4. 4-7 diz: “Alegrai-vos sempre no Senhor. Repito: alegrai-vos! Seja conhecida de todos os homens a vossa bondade. O Senhor está próximo. Não vos inquieteis com nada! Em todas as circunstâncias apresentai a Deus as vossas preocupações, mediante a oração, as súplicas e a ação de graças. E a paz de Deus, que excede toda a inteligência, haverá de guardar vossos corações e vossos pensamentos, em Cristo Jesus”. No entanto, por mais que devamos nos alegrar, não dependemos da alegria – na verdade, é ela que depende de nós! Portanto, sorria mais, até mesmo das coisas bobas da vida. Aprendi a rir de mim mesmo, dos meus micos, das bobeiras do dia a dia. Faça você o mesmo! Nada de ficar triste por ainda estar solteiro no dia dos namorados; essa é só uma fase, uma questão de tempo. Os dias podem até não estar sendo muito fáceis para você agora, mas mais difícil será desistir de andar nos caminhos do Senhor.

 

Medite nisso, e que Deus abençoe a sua vida!

Dúvidas, críticas ou sugestões de temas, escreva para o e-mail: <relacionamentojovemcristao@gmail.com>, e farei o possível para responder-lhe o quanto antes.

Até a próxima! Marco Aurélio

mm
Marco e Claudia Facebook Twitter Imprimir

Marco Aurélio Vieira, casado com Claudia Lins, é formado em Administração. Convertido há 15 anos, é membro da Igreja Evangélica Congregacional de Bento Ribeiro (IECBR) e trabalha ativamente com liderança de célula, aconselhamento (sobretudo na área sentimental cristã) e como professor de escola bíblica. Claudia Lins, casada com Marco Aurélio Vieira, é nascida e criada no Evangelho, e tecladista no ministério de louvor da igreja em que congregam. Formada em Letras, com pós-graduação em Latim e em Mercado do Livro, atua como revisora de textos e produtora editorial. Marco Aurelio e Claudia Lins escrevem quinzenalmente aos domingos.

seta

CONHEÇA NOSSA LOJA ONLINE