Dicas para uma trajetória até o altar

Este artigo de hoje será dedicado a alguém muito especial. Eu nunca fiz isso, mas tenho um grande motivo: Eu e meu esposo comemoramos 1 ano de casados dia 28 de Março!!!! (Posso ouvir um glória a Deus aí?! Kkkkk)

Por isso, eu irei dedicar este post ao amor da minha vida, meu namorado, meu esposo, meu melhor amigo Lincoln Borges!!!

Durante esta essa semana fui me recordando de tudo que passamos até aqui, e como sou grata ao Senhor pelo que Ele tem feito em nossas vidas… Desde o dia de nosso casamento se passaram quase 365 dias e eu tenho a certeza que escolhi a pessoa certa para estar ao meu lado.

Já recebi emails de pessoas dizendo que desejam casar-se mas não tem condições, que está tudo muito difícil, que não tem uma casa para morar, que um ou ambos do casal estão desempregados, que não tem dinheiro para fazer festa e etc… Me dão literalmente uma lista de motivos que os impedem de unir-se com a pessoa que se ama. Então, eu conto um pouco do meu testemunho e descrevo o que Deus fez por nós, e muitas pessoas se sentem encorajadas.

Hoje, vejo como passou rápido! São quase quatro anos de caminhada juntos, pois em 2013 iniciamos a caminhada como amigos, em 2014 como namorados/noivos, em 2015 nos casamos e em 2016 continuamos a nos amar, rs. Porém, poucos sabem tudo que aconteceu por trás das fotos lindas do casamento e lua de mel. Sonhamos, planejamos, mas primeiro colocamos diante do Senhor e fomos abençoados com a sua provisão e perfeita fidelidade.

Não podíamos iniciar nada sem que o Senhor estivesse à frente do nosso relacionamento, pois não queria ver o Lincoln como mais uma tentativa (eu já havia sofrido muito na área emocional) e por este motivo precisei agir com cautela e sabedoria. Por este motivo, decidi ter uma “conversa informal” com vocês, e listar algumas dicas:

1) Submeta seu coração ao Pai. Muitas pessoas iniciam relacionamentos baseadas em seus instintos e “paixonites” sem ao menos consultarem a Deus se ele está de acordo com a decisão que tomam, daí depois tudo dá errado e a pessoa pergunta porque Ele deixou que aquilo acontecesse já que iria se magoar (Fala sério! Obs.: Eu já fiz isso, então sei do que estou falando pessoal, rs)- Gente, eu preciso colocar uma consideração aqui: Jesus não é chamado de Conselheiro a toa não tá?! Ele é tranquilo, paciente, e tem muitas coisas a nos contar e revelar sobre o Seu coração… Jamais vai impor nada a ninguém não! Se você quer tomar uma atitude sem consultar a Ele, suporte as consequências disso. Não vem colocar a culpa em Deus numa situação onde você empinou o seu nariz e ignorou o que Deus tinha a te dizer, beleza?! Se submeta ao Senhor!

2) Outra coisa é: O combinado não sai caro. Essa máxima é uma verdade. Tudo requer um P-L-A-N-E-J-A-M-E-N-T-O! Quando eu e meu esposo iniciamos o namoro, estávamos firmes e decididos a dar passos conscientes rumo ao altar, por isso, decidimos desde o primeiro mês de namoro a separarmos alguma quantia e depositarmos em uma conta. Assim, mensalmente separávamos um valor e depositávamos na conta… Começamos com R$100,00, e aí fomos aumentando gradativamente, dentro das possibilidades que tínhamos. Esse era um compromisso muito importante que havíamos estabelecido, e não faltávamos com esta obrigação. Foi um esforço sim, mas valeu a pena, pois quando começamos a fechar os contratos para o casamento, o valor que tínhamos guardado foi de grande ajuda. Quando se planeja algo, você poderá se resguardar dos imprevistos, e evitará as dificuldades no futuro.

3) Ore sempre! Ore Meeeeeeesmo!!!! Não é brincadeira as lutas que um casal enfrenta durante a trajetória até o altar. Nós colocávamos diante de Deus absolutamente T-U-D-O! Desde a compra de um sapato até o aluguel do apartamento. A nossa data de casamento foi motivo de oração durante um mês, pois sempre estabelecíamos alvos mensais, e no mês de Maio, esta foi a meta: Saber qual a data que o Senhor havia separado para nós. Dia após dia orávamos com relação a isso, e na última semana do mês, Lincoln sonhou com uma passagem escrita no livro de Ester, capítulo 5. Nitidamente no sonho, ele via o versículo, sem ao menos estar lendo aquela história… Ao estudarmos a palavra, e entendermos sobre o favor de Deus, sobre a vida de Ester e a importância que ela teve para o povo de Israel, vimos que o Pai havia nos mostrado quando deveríamos nos casar: No mês em que acontece a festa de Purim, que é comemorada até hoje no calendário judaíco, lembrando o livramento que o Senhor deu ao povo, e como Ele mudou a sorte deles.

Estou apenas listando uma das várias experiências que tivemos com a oração como nossa primeira atitude em cada etapa. Deus deseja estar envolvido em tudo! Ele deseja ser o primeiro, e que venhamos a submeter nossos sonhos e planejamentos a Sua vontade, pois Ele sempre sabe o que é melhor! Por isso, não despreze a comunicação com o Senhor quando iniciar cada etapa nova de sua vida.

4) Envolva seus pais nos preparativos e no relacionamento. Pessoal, conheço muita gente que inicia um relacionamento e nem pede a permissão dos pais! Eu acho isso um absurdo… Logo penso: Se não pediu aos pais, que dirá a Deus né?! Quando meu esposo decidiu que queria namorar comigo, ele foi até a minha casa, olhou nos olhos dos meus pais e disse que gostaria de se relacionar comigo, se eles nos abençoariam. É essencial ter a benção e envolvimento dos pais no namoro, corte ou amizade. Temos que entender que espiritualmente isto é muito importante! Pense: se uma moça não obedece aos pais, dificilmente se submeterá a um marido, e se um rapaz não obedece aos pais, dificilmente ele irá honrar a sua esposa. Isso não é uma opinião minha, mas é o que a BIBLÍA diz: “Filhos, obedecei a vossos pais no Senhor, pois isto é justo. Honra a teu pai e tua mãe, para que te vá bem, e sejas de longa vida sobre a terra” (Efésios 6:1-3).

Durante os preparativos, inclua as pessoas que você ama! Moça, leve sua mãe na prova do vestido de noiva, ou para escolher as forminhas dos doces; Rapaz, busque conselhos com seu pai sobre como tratar sua futura esposa, e vá com ele em atividades simples, como por exemplo, escolher o terno para o grande dia. Estes são pequenos demonstrativos de atividades que o ajudará a fortalecer os laços de amor com seus pais, mostrando o quanto aprecia a presença deles nestas etapas, criando lindas memórias.

5) Aproveite cada segundo e seja grato sempre!

Coloquei simples dicas que espero poder te ajudar nesta jornada. Não é fácil, mas ninguém nunca disse que seria, não é?! Porém, mesmo que seja árdua a jornada, temos a plena convicção de que o plano de Deus é a família, e que quando desejamos formar uma dentro dos propósitos dEle, o Senhor irá a nossa frente garantindo a vitória!

Agora, quero escrever diretamente para o meu amor:

Amor, obrigada por cada dia ao seu lado. Você me incentiva, me ama, me ajuda, me aconselha, me dá colo, me apoia. A nossa casa é abençoada pois sei que tenho um esposo submisso e obediente a Deus. Sou apaixonada por você, e eu sou tãoooooo feliz por saber que o Senhor permitiu que eu fosse sua!

Como disse no dia em nos casamos: Onde você for eu irei, onde pousares ali pousarei. O teu Deus é o meu Deus, e o teu povo é o meu povo. Jamais te deixarei! Te amo pra sempre!

Você é minha melhor escolha! Você é o meu sonho!

A você que está lendo este artigo, não desista jamais!

Até a próxima quinta!

Deus te abençoe,

Kamila Carvalho Borges

RELACIONADO
COMPARTILHE ESTE ARTIGO:
 
mm

Kamila Carvalho Borges

Cristã, advogada, casada com Lincoln Borges.