Escolha a vida ou a morte

 

Um dos versículos que eu recordo-me de ter decorado ainda quando eu era adolescente, é esse em Deuteronômio:
 
"Os céus e a terra tomo, hoje, por testemunhas contra ti, que te tenho proposto a vida e a morte, a bênção e a maldição; escolhe, pois, a vida, para que vivas, tu e a tua descendência." Deuteronômio 30:19
 
Claro que, lendo o capítulo inteiro e pelo contexto, sabemos que Moisés disse essas palavras aos israelitas. 
E da mesma forma que ele deixou uma escolha para o povo, entre a vida e a morte, hoje também temos essa escolha.
Como já falamos muitas e muitas vezes por aqui, "a vida é feita de escolhas."
E como eu aprendi esse versículo no início da minha caminhada com Cristo, sempre quando eu me deparava com alguma decisão, eu relembrava desse versículo, e recitava para mim: 'Escolhe pois a vida para que vivas." 
 
Acho que foi Moisés, inspirado por Deus, que criou a frase "A vida é feita de escolhas."
Indiretamente, foi isso que ele quis dizer; ele não obrigou o povo a nada, nem ele e nem Deus.
Cada israelitas era livre para tomar as decisões que quisesse, cada um era livre para fazer suas escolhas.
 
Assim como somos livres hoje, para fazermos nossas escolhas!
Mas não podemos esquecer que nossas escolhas só nos levam à dois caminhos, benção ou maldição.
Não existe uma terceira opção.
 
"— Hoje estou deixando que vocês escolham entre o bem e o mal, entre a vida e a morte." Deuteronômio 30:15
 
Onde suas escolhas tem te levado?
 
Com amor

RELACIONADO
COMPARTILHE ESTE ARTIGO:
 

Patrícia Geiger