Home Artigos Eu sou podre demais para Cristo

Eu sou podre demais para Cristo

1222
0

Hoje quero falar um pouco sobre uma coisa que já me incomoda há algum tempo.

Recebo e-mails de pessoas que buscam por aconselhamento, ajuda em determinadas áreas, principalmente no que diz respeito à pecados sexuais. Pessoas que, cometeram determinados erros em algum momento de sua vida, mas que estão arrependidos.

OK. Até ai tudo bem. Todos pecamos, isso é fato. Muitos se arrependem, pedem perdão a Deus e seguem com suas vidas.

Mas esse tipo de pecado, em específico, traz um certo incômodo e desconforto, algo que, gruda na sua mente e você não consegue esquecer.

Tenho conversado e aconselhado diversas pessoas e todos me dizem a mesma coisa: “meu pecado foi tão grave, que, mesmo sabendo que Deus me perdoou, eu ainda me sinto sujo, incapaz de servi-lO”.

Um dia, recebi um e-mail que mais ou menos expressa o sentimento de muitos cristãos:

“Eu sei que Jesus nos perdoa, mas as vezes parece que estamos com tanto pecado, ou melhor pecando tanto que tenho a impressão de que Deus nunca mais vai nos perdoar. O que eu quero dizer é que na nossa vida a gente peca tanto, que as vezes da até um desânimo de prosseguir nos caminhos de Deus, porque parece que somos muito “podres” para continuar falando com Ele, sabe.”

Sei. Logo depois que meu namoro terminou, eu pequei contra Deus em desobediência e rebeldia. Eu falei um monte de coisas pra Ele, que eu não deveria ter falado. Eu me afastei dEle por meio ano. Eu tava chateada demais para ir à igreja, mas continuei indo, por obediência aos meus pais. Eu não fiz coisas consideradas “erradas” do tipo, se jogar no mundo, encher a cara, etc. Mas eu pecava em pensamento. Porque no fundo, eu queria fazer essas coisas. Eu queria estar no mundo. Porque afinal, a dor que eu sentia e a “revolta” contra Deus eram tão grandes, que eu simplesmente não tinha mais vontade de falar com Ele. Eu simplesmente O ignorava ou pior, falava coisas que não devia. Do tipo, “como Você deixou isso acontecer?”

Deus permitiu que isso acontecesse até o momento que eu ouvi a voz dEle me dizendo: você tem duas opções, ou você se joga totalmente para Mim, ou você se joga totalmente pra bem longe de Mim. Mas saiba que, mesmo você indo pra bem longe de Mim, dos Meus caminhos, Eu vou lá te buscar, mais cedo ou mais tarde. Mesmo que você não me ame mais eu jamais deixarei de te amar. E ai, qual a tua escolha?

Bom, eu sabia que não adiantava mais fugir dEle. Foi ai que me joguei totalmente pra Ele, pros braços do meu Pai. Ele foi restaurando os meus sonhos, meus planos. Ele foi restaurando meu coração, depois que eu fiquei meio ano fingindo não ouvir a Sua voz. Ele me quebrou por inteiro. Eu precisei estar com a cara na lama, precisei saber que nada mais nesse mundo me importava a não ser Ele. Ele mostrou amor por mim, aquele amor que eu buscava encontrar. E Ele me ofereceu perdão.

Foi ai que eu comecei a me achar ruim demais para Ele. Não, eu não mereço isso. Eu pequei. Eu disse coisas horríveis, eu pensei coisas horríveis, eu fiz coisas horríveis contra Ti. Não tá vendo o quanto sou suja? O quanto sou podre?

Sabe o que Deus me respondeu?

“É claro que tô vendo o quanto você ESTÁ suja, o quanto você ESTÁ podre, e foi por pessoas podres, como você, que eu enviei meu filho! A única coisa que pode te limpar de fato, é o sangue de Cristo!”

Entendeu a diferença entre SER SUJO E ESTAR SUJO???

Você pode estar sujo. Mas ser sujo, já outra coisa totalmente diferente.

A maior dificuldade de um coração arrependido não é o de pedir perdão a Deus. Mas o de “se perdoar”. Muitas vezes, você já pediu perdão a Deus, você sabe que Ele te perdoou, mas você mesmo não se perdoa!

Agora, pare e pense:

Se Deus já te perdoou. O próprio Deus já te perdoou! Ele! Quem é você, pra não se perdoar????

“O caminho de volta a Deus passa pela confissão dos pecados.” (Pão diário – 26/05/ 08- Ana Cláudia Gusso e Antônio Renato Gusso)

“Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça.” João 1:9

E agora eu quero falar um pouco sobre arrependimento.

Arrependimento não é simplesmente saber que errou. Arrepender-se não é saber que pecou, que fez o que não devia. Isso, é remorso. Ou apenas, desculpar-se.

Arrependimento vai além disso!

“O arrependido verdadeiramente percebe e se sensibiliza das consequências ruins que seus atos causaram para outras pessoas . E, como consequência, sempre faz o arrependido tomar uma firme decisão de não mais cometer o mesmo erro, para não mais causar mal a outros. ” (Wikipedia)

Em poucas palavras:

ARREPENDIMENTO é mudança de pensamento e atitude!

E, devido ao arrependimento, que muita gente se sente podre. Poque sabe que errou. Sabe que pecou. Mas, arrependimento, requer mudança. Largar o pecado. Abandonar.

“Mas agora o Deus Eterno diz ao seu povo: “Não fiquem lembrando do que aconteceu no passado, não continuem pensando nas coisas que fiz há muito tempo.” Isaías 43:18

“Mas Eu-Eu mesmo-sou o seu Deus e por isso perdoo os seus pecados e esqueço deles.”
Isaías 43:25

Então, sem essa de se sentir podre demais para servir. Deus está curando seu coração, curando suas feridas.

Se achar podre para continuar servindo a Ele, é justamente isso que satanás quer. Que você se ache incapaz de servir a Deus. Com certeza esse sentimento de “podridão” não vem de Deus. Vem do nosso inimigo, muitas vezes também, usa as pessoas para nos atingir e pior, as vezes, usa aqueles que deveriam ser do corpo de Cristo.

Afirmar que sou podre demais para Cristo é o mesmo que dizer que o sacrifício de Cristo na cruz foi em vão. Afinal, Ele não morreu só para ter dar a vida eterna, Ele também morreu para te dar uma nova vida aqui, na Terra. E para te libertar da podridão que o mundo te ofereceu.

Conta-se a história de que o diabo, certa vez chegou para Martinho Lutero, segurando alguns rolos com listas de pecados que Lutero havia cometido.

“Sim, todos estes são pecados meus. Eu os cometi todos, um por um.” Lutero respondeu.

Então Lutero, sem dizer mais nada, foi à mesa, tomou a caneta, mergulhou a pena no tinteiro de tinta vermelha, e, tomando os rolos, um a um, escreveu sobre eles triunfantemente, em diagonal, estas palavras: “O sangue de Jesus, Seu Filho nos purifica de todo pecado,” l João 1.7.

Deixa Jesus te lavar, deixa Ele tirar cada camada de sujeira que possa estar em você.

Deus promete acabar com os seus pecados e jogá-los no mar. (Miquéias 7:19)

Com amor

Pati Geiger

Instagram: @patriciageiger

Fan Page: Patrícia Geiger

Twitter: @patigeiger

Blog pessoal: Ideias no Forno