FUI TRAÍDA, E AGORA?

Quando tudo parecia que daria em casamento, de repente você descobre que o seu romance está mais para um filme de terror. A pessoa que você tanto amava a traiu com outra. Seu coração fica despedaçado, você se sente humilhada e com uma dor “sem fim”. Você acredita que nunca mais será feliz novamente, pois o que era um sonho se tornou um pesadelo!

O que fazer para ser feliz novamente? Você deve tentar reatar esse romance ou partir pra outro? Vale a pena buscar a santidade mesmo quando tudo parece dar errado? No artigo de hoje, escrevemos sobre algumas dúvidas muito comuns em mulheres (e que também se aplicam aos homens) que tiveram o romance desfeito por causa de traição. Vamos a elas!

1) Vale a pena eu permanecer em santidade quando tudo parece dar errado?

Quando a traição acontece, parece que as pessoas que traem são as mais felizes, e as pessoas traídas, justamente por fazerem a coisa certa, são as que mais sofrem na história. Dá um sentimento de desânimo, e até mesmo surge aquela tentação de não buscar mais uma vida de santidade.

Mas Deus não vê como o homem vê. As pessoas que vivem na prática do pecado pensam que, por estarem felizes, não terão consequências desastrosas no futuro. Mas o que queremos lhe dizer, minha irmã, é que, mesmo sofrendo uma injustiça, não pense que o Senhor Se esqueceu de você. Na verdade, em Deus, nada é por acaso! Muitas das situações aparentemente de derrota são, na verdade, um instrumento dEle para abençoar a sua vida.

Romanos 8.28 diz: “Sabemos que TODAS as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito”. Repare que o versículo não está dizendo somente as coisas boas, mas todas as coisas: as boas e as más!

Isso significa que os momentos difíceis que passamos irão contribuir para os propósitos de Deus em nós. Portanto, não fique na deprê se, por acaso, vir seu ex-namorado feliz. É você que está sendo agraciada por ser fiel a Deus! Continue buscando ao Senhor em santidade, porque Ele sabe o que é melhor para a sua vida.

2) Devo insistir nesse romance?

Por experiência nossa, não aconselhamos você a ficar insistindo em voltar; muito menos a se alimentar de falsas expectativas de que ele voltará. Se você fizer isso, provavelmente ele irá abusar de você ou desvalorizá-la de novo. Fazer isso é uma grande característica de que esse romance não é da vontade de Deus. Se no namoro já existiu uma quebra de princípios, imagine então como seria no casamento, quando as responsabilidades aumentam. Lembre-se: o coração do homem é enganoso sem a direção de Deus!

3) Devo partir para outro romance imediatamente?

Também não! Este é um momento para você refletir sobre os propósitos de Deus para a sua vida. Por mais que nenhuma traição seja justificável, você pode sempre obter alguma lição com ela. Busque em Deus a sua felicidade, pois, enquanto não se sentir feliz sozinha, dificilmente será feliz quando estiver com alguém.

4) Como devo agir para ser feliz novamente?

Coloque toda essa situação diante de Deus; não entre em nenhum romance sem antes buscar em oração uma resposta do Senhor. Não tenha ódio das pessoas que a magoaram. Isso porque suas lutas não são contra elas, mas, sim, contra o pecado. Além disso, compreenda que as bênçãos do Senhor vêm do Senhor!  Elas não vêm de pessoas, já reparou nisso? Guarde essas verdades no seu coração, e você verá o quanto vale a pena ser fiel a Deus!

Por fim, se você tem dúvidas, críticas ou sugestões para temas, escreva para o e-mail: <relacionamentojovemcristao@gmail.com>, e farei o possível para responder-lhe o quanto antes.
Até a próxima!
Marco Aurélio

RELACIONADO
COMPARTILHE ESTE ARTIGO:
 
mm

Marco e Claudia

Marco Aurélio Vieira, casado com Claudia Lins, é formado em Administração. Convertido há 15 anos, é membro da Igreja Evangélica Congregacional de Bento Ribeiro (IECBR) e trabalha ativamente com liderança de célula, aconselhamento (sobretudo na área sentimental cristã) e como professor de escola bíblica. Claudia Lins, casada com Marco Aurélio Vieira, é nascida e criada no Evangelho, e tecladista no ministério de louvor da igreja em que congregam. Formada em Letras, com pós-graduação em Latim e em Mercado do Livro, atua como revisora de textos e produtora editorial. Marco Aurelio e Claudia Lins escrevem quinzenalmente aos domingos.