Home Artigos Graça e desgraça

Graça e desgraça

258
0

Portanto, você, meu filho, fortifique-se na graça que há em Cristo Jesus.
2 Timóteo 2.1

Favor imerecido. Esse é o significado da Graça. Recebemos quando cremos em Jesus como salvador e reconstrutor da vida humana. É sobre nós, mas sobretudo sobre Jesus e seu ato.

Ao ler sobre o certame da dignidade humana, me deparei com um trecho em que dizia que nós estamos cada vez mais pautados em relações líquidas. Nos deixamos ser levados pela corriqueira cotidiana e esquecemos que a relação com nosso ser, além de importante, acaba sendo super desvalorizada, enfraquecida.

Quando afirmo “desvalorizada” quero dizer que estamos cada vez mais cobradores de tudo que ocorre em nossas vidas. Se erramos, nos cobramos de tamanha forma como se tudo que fizéssemos fosse errado, contraditório e destruidor. Rejeitamos até nossas qualidades por isso.

É normal se cobrar por um erro, frustração, porém não devemos transformar isso numa desgraça. Esquecemos que há um Deus que acredita em nossa redenção, se fez Homem e morreu por nós, estendeu Graça a todos que desejam, mesmo quando merecemos o contrário disso.

Ele nos aceita e nos impulsiona à mudança. A Graça se estende para nos tirar do estado de sofrimento, de desgraça. Deus nos aceita e deseja estender esse Amor para restaurar nossas mentes, superar as dores e frustrações e nos colocar onde devemos estar: como seus filhos.

Não se desvalorize ou se cobre por frustrações ou dores passadas. Há um Deus restaurador que estende sua benevolência até nós, sonha com nosso futuro e deseja belas histórias em nosso favor.

Transforme-se pela Graça, não desgrace a sua vida por erros e frustrações. Fortifique-se na Graça que há em Cristo Jesus. O alto preço já foi pago, e foi somente por nós. É somente sobre Ele, o Jesus Restaurador.

Esse texto é baseado nos versos de Julia Emilia Mattos Thiesen. Ela é membro da Comunidade Refúgio em Criciúma – SC.