Meu primeiro AMOR

Hoje li um versículo que me chamou muito atenção ele está em, Apocalipse 2:1-7 diz: “Ao anjo da igreja em Éfeso escreva: Estas são as palavras daquele que tem as sete estrelas em sua mão direita e anda entre os sete candelabros de ouro. Conheço as suas obras, o seu trabalho árduo e a sua perseverança. Sei que você não pode tolerar homens maus, que pôs à prova os que dizem ser apóstolos mão não são, e descobriu que eles eram impostores. Você tem perseverado e suportado sofrimentos por causa do meu nome, e não tem desfalecido. Contra você porém tenho isto: você abandonou o seu primeiro amor. Lembre-se de onde caiu! Arrependa-se e pratique as obras que praticava no princípio. Se não se arrepender, virei a você e tirarei o seu candelabro do lugar dele. Mas há uma coisa a seu favor: você odeia as práticas dos Nicolaítas, como eu também as odeio. Aquele que tens ouvido ouça o que o Espírito diz às igrejas. Ao vencedor darei o direito de comer da árvore da vida, que está no paraíso de Deus.”

Fiquei imaginando porque primeiro amor? Porque sentimos esse primeiro amor quando já somos grandes e aceitamos Jesus?

Quando vamos mais fundo nesse assunto conseguimos entender muito mais do que imaginamos que poderíamos ir, nessa passagem diz que você pode estar trabalhando e bem firme em Deus, mesmo assim pode ter abandonado o seu primeiro amor, você já parou para refletir o quão grande e seu amor por Deus? Lembra de quando você aceitou Jesus e se converteu, o quanto você era animado para ir à igreja toda semana, o quanto era empolgado para ler a bíblia que começava e não queria parar mais, de quando tinha eventos na igreja e você era o primeiro a convidar as pessoas para ir ou até mesmo o primeiro a se oferecer para ajudar, porque aquele evento seria tocha? ou talvez de como você conseguia falar de Jesus para qualquer pessoa com a maior facilidade que existe, falava do amor dele para todos, acordava e agradecia ao dia que ele te proporcionou, agradecia ao pão de cada dia e ao dormir não conseguia dormir até agradecer a Deus por tudo e pedir que ele não te abandonasse? e já parou para pensar se ainda as coisas são assim? Se você se encontra em alguma dessas situações você pode ter perdido o seu primeiro amor.

Pois e são muitas perguntas, muitas coisas né mais se começar a pratica-las você verá com o tempo que não e nada tão impossível viver para Deus, porque nada se compara a glória dele.

Voltando no versículo 5: “Lembre-se de onde caiu! Arrependa-se e pratique as obras que praticava no princípio”. Avalie sua vida, veja se as coisas são como Deus gostaria que fosse, volte ao braço do pai inteiramente, não perca tempo com bobagem ou coisas que não iram te fazer crescer, seja radical e viva para Jesus uma vida inteiramente dedicada a ele.

Lá em Mateus 18:2-3. Jesus, chamando uma criança, colocou-a no meio deles, e disse: Em verdade vos digo que se não vos converterdes e não vos fizerdes como crianças, de modo algum entrareis no reino dos céus.

Vamos agir como crianças, onde tudo e mais fácil e inocente, aquele primeiro amor de uma criança que acaba de conhecer o seu pai. Um menino de 2, 3 e até 4 anos vê o seu pai como um herói. Tudo o que ele fala é verdade. Ele sabe de tudo, tem todas as repostas, não existe questionamentos. O filho confia, se entrega. Não há maldade, não há dúvidas, não há conhecimento suficiente que gere questionamentos. Seja assim com Deus trabalhe para ter esse relacionamento com ele onde você sabe que ele e o Herói, e no fim ira te salvar de todo mal que jaz do maligno como diz a palavra.

Reflita com atenção e volte aos braços do pai com o primeiro amor renovado novamente.

Espero que essa palavra tenha te edificado de alguma forma.

Deus abençoe grandiosamente.

Um abraço.

Atenciosamente.

Este artigo é uma contribuição de nossos leitores.

Autora: Carolina Aparecida Cardozo Vaz, 21 anos; Amo escrever artigos e reflexões sobre a palavra de Deus e com isso poder ajudar a outras pessoas a conhecerem o mesmo Deus vivo que eu conheço, amo o universo das coisas divinas e sagradas de Deus me alegram muito, sou cristã da igreja ICP (Igreja Cristã Presbiteriana) de Ponta Grossa e quero crescer muito mais espiritualmente. Trabalho na faculdade Cescage e sou professora da Rabone kids da minha igreja.

Email: carol.vaz177@gmail.com

facebook: facebook.com/carolvaz21

Twitter: @Carolvaz177

Instagram: carool.vaz

RELACIONADO
COMPARTILHE ESTE ARTIGO:
 
mm

Redação Eu Escolhi Esperar