Namoro X Compromisso


     O namoro é um relacionamento criado segundo os padrões deste mundo – sem compromisso com Deus.Valoriza o contato físico.O que marca o início de um namoro? O beijo. Envolve atração física, necessidade de envolvimento físico. Em nossa sociedade, a prática de “ficar” tornou-se algo comum, e o beijo na boca algo muito natural. Mas a Palavra de Deus não mudou e ela continua dizendo:

Não se amoldem aos padrões [práticas] deste mundo (Romanos12:2)

Como prática, não possui um objetivo – é namorar por namorar. É como uma forma de experimentar, curtir a fase.O namoro leva à intimidade [emocional e física] e não, necessariamente, a um compromisso.

     Não valoriza em primeiro lugar a amizade, o conhecimento mútuo, o compartilhar objetivos e decidir sobre o futuro.Por não priorizar desenvolver a amizade e o conhecimento, muitas vezes esse tipo de relacionamento faz com que o jovem aja de maneira artificial, quer dizer, muitas vezes, com a intenção de conquistar o outro, acaba aparentando aspectos que não condizem com a sua real personalidade. Depois de conquistado o “prêmio”, revela sua verdadeira essência. Infelizmente, muitos só enxergam isso depois de casados, tão deslumbrados que estavam com todos os envolvimentos que o namoro produz.O namoro, principalmente entre adolescentes e jovens, tende a desviar a atenção do que é importante: estudo, trabalho, família, igreja, etc.O jovem busca o seu prazer sem ter compromisso. Contudo, Deus é um Deus de alianças e compromissos. O Diabo quer levar esta geração a experimentar um pouquinho um do outro, e depois de outro e mais outro, como se fossem objetos descartáveis.

     O Compromisso é o termo utilizado para designar um relacionamento amoroso cristão que tem como base principal a santidade. Ser santo significa ser separado do pecado para viver em comunhão com Deus e essa santidade deve ser um estilo de vida para os cristãos. Para viver em santidade, precisamos viver por princípios bíblicos que são revelados na Palavra. Mas, assim como é santo aquele que os chamou, sejam santos vocês também em tudo o que fizerem, pois está escrito: ‘sejam santos, porque eu sou santo (I Pedro.1:15).

      O relacionamento que conhecemos como namoro, e tudo o que está envolvido nele, faz parte da cultura e dos padrões imorais que regem o mundo fora da Igreja. Temos resgatado e estabelecido, neste tempo, como cultura e padrão do Reino de Deus, um relacionamento de compromisso entre solteiros.

     O compromisso é uma resposta a esta geração, pois o “Namoro” não corresponde à expectativa daquele que ama a Jesus e quer viver como filho, andando como Ele andou em obediência e fidelidade ao Pai. Para entender melhor, vamos analisar o que vem a ser namoro em contraponto ao que entendemos por compromisso, à luz daquilo que o Pai tem mostrado a nós, como filhos, dispostos a andar como Jesus andou.

mm
Simone Messina Gomez Facebook Twitter Imprimir

Simone Messina Gomez. Funcionária pública e escritora cristã. Membro da Igreja Bastista Nacional de Santa Maria, RS. Autora do livro O valor de estar solteiro e de muitos outros que estão por vir! Casada com Pedro Tasca Gomez. Ministramos seminários sobre Vida de solteiro, Romance Real e Santidade. Contato: simessina@gmail.com

seta

CONHEÇA NOSSA LOJA ONLINE