Não acorde o amor fora do tempo!


“Não acordeis o amor até o seu tempo chegar/ Tempo de graça e beleza que tem sua hora e lugar /Lugar escolhido por Deus onde há bênçãos sem medida /Que no seu plano eterno separou pra ser berço da vida/ Através da aliança que une homem e mulher/ No aconchego do lar não em qualquer lugar /Foi por Deus preparado pra acolher o amor /Sabendo que a vida tem um grande valor/ Esperando assim na vontade de Deus/ É como incenso no altar/ Esperando a hora certa o tempo certo e o lugar/ Esperar é honrar a Deus, esperar é amar.”

É com essa música que começo a escrever o artigo de hoje. Sabe, quando eu era bem pequena eu cantava essa canção que faz parte do CD de um dos meus cantores favoritos (Asaph Borba). Todas as canções estavam baseadas no tema “Família”, e eu ouvia enquanto colocava meu irmão mais novo (recém nascido na época) para dormir.

Eu não entendia bem a letra, mas amava a melodia… Eu cantava “não acordeis o amor…” só que não sabia o significado exato disso. Anos mais tarde, eu fui entender o sentido de todas as palavras da canção que mencionei acima.

Comecei a namorar antes dos 15 anos, e achava que o meu primeiro “namorado” seria o “príncipe encantado” o qual passaria todos os dias ao meu lado. Claro que não né pessoal?! Naquela época eu não sabia o que era amor. Não tinha domínio sobre as minhas emoções e um simples palpitar mais rápido do coração já era sinal de paixonite aguda.

Os jovens e adolescentes de hoje estão sob uma forte pressão do mundo em que vivemos, e parece que é muuuuuuiiiito necessário ter alguém ao lado. Não estar apaixonado é sinal de problema para alguns. Mas quero te dizer, que você não precisa ser como todos são.

Quando abrimos o nosso coração para alguém, não podemos deixar que o sentimento seja o nosso guia. Nossas bases precisam estar solidificadas em Deus, e nossas convicções firmes na palavra. Observar, orar, esperar, e crer são verbos que precisam estar ativos na vida do jovem cristão.

Observar alguém, para conhecer de longe e com atenção. Orar para levar ao Pai seus desejos. Esperar a resposta de Deus e o tempo certo. E, sobretudo, crer que todas as coisas cooperam para o seu bem.

Não desperte o amor no tempo errado. A pressa é inimiga do coração, e aquele que deseja um amor para a vida inteira deve ser sábio e maduro emocionalmente para tê-lo. Amar fora do tempo é a mesma coisa que deixar um recém-nascido com uma criança de dois anos… É difícil cuidar, não se sabe administrar, e quando as coisas apertam não se sabe o que fazer.

Quando eu e meu esposo começamos a ser amigos, um tempo antes ele havia recebido uma palavra de ordem de Deus e de sua liderança: “Espere!”. Embora em seu coração houvesse o grande desejo de formar uma família, ele precisou se deixar moldar… Havia coisas em seu caráter que precisavam ser lapidadas por Deus. Acredite, eu também estava passando por um processo de transformação; Precisei me arrepender de várias escolhas erradas, e voltar ao inicio de tudo, para um encontro com Deus. Quando tudo isso passou, a amizade cresceu, e o amor chegou. Estávamos com o coração pronto, forjado e amadurecido por Deus para recebê-lo. Compreendemos que o amor não é um sentimento, é uma escolha diária… É leve, sem dores e pesares… Te deixa feliz, seguro, e te leva para perto de Deus… Te impulsiona a crescer, não é egoísta, deseja o bem sempre… E ainda que venham as tempestades da vida, o amor é um porto-seguro.

O que eu quero dizer com tudo isso? Não abra seu coração para quem está só de passagem. Não abra o coração para quem não ama a Deus, pois se este alguém não ama o Rei, como amará a princesa/príncipe? Não entregue o que você tem de mais precioso para alguém que não irá cuidar, valorizar e honrar. Jamais negocie o que é eterno por coisas momentâneas.

E antes de procurar a pessoa certa, procure ser a pessoa certa para alguém! Em um mundo tão difícil, seja alguém que alegre o coração de Deus, pois certamente haverá outra pessoa fazendo isso também, pois o Pai não une pessoas, une propósitos.

“O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha. Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor. O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.” (1 Coríntios 13:4-7)

Deus te abençoe,

Até a próxima!

Kamila.

mm
Kamila Carvalho Borges Facebook Twitter Imprimir

Cristã, advogada, casada com Lincoln Borges.

seta

CONHEÇA NOSSA LOJA ONLINE