Não há dias cinzentos para quem sonha colorido.

A gente faz o que pode pra fugir de problemas, não é mesmo? Mas, infelizmente, problema, decepção… é o tipo de coisa que, uma hora ou outra, acontece com todo mundo, inclusive com você. Pois é… a vida também é feita desses momentos difíceis. Mas aí eu te pergunto: como você age diante das dificuldades? No que pensa quando a situação à sua frente está cada vez pior e você parece sem chão? Pensa em desistir, em chutar o balde? Deixa a vida te levar?

Não sei se você já notou, mas, independentemente de quais sejam seus problemas, a gente sempre acredita em alguma coisa (alguma palavra que essa experiência está nos trazendo) e se agarra a ela. Até mesmo quem diz que não acredita em mais nada faz desse “nada” o seu deus, a sua crença. Querendo ou não, gostando ou não, somos levados a crer em algum tipo palavra, só que podemos escolher em qual delas a gente vai querer acreditar, qual delas vai nos definir.

Reparou que estou falando muito na palavra PALAVRA? Isso é intencional, pra te mostrar que, de todas as palavras, não existe nada maior, melhor, mais verdadeiro e fiel do que a Palavra de Deus e as Suas promessas. E é na Bíblia que você encontra essa Palavra de que você precisa para os propósitos de Deus se cumprirem na sua vida.

Talvez você pense: “Ah…Isso não funciona pra minha realidade”. Mas, se você continuar com esse pensamento, então o “não funciona” será, de fato, aquilo em que você vai passar a acreditar.

O nosso problema é que a gente teima em dar mais valor ao que as pessoas falam do que àquilo que Deus fala a nosso respeito; e a consequência disso é um monte de experiências negativas e até mesmo traumáticas. Alguns chegam a desistir e a reclamar, pondo a culpa em Deus por seus sofrimentos, em vez de se responsabilizarem por terem desobedecido à voz dEle. E olha só o que a Bíblia diz a respeito disso: De que se queixa, pois, o homem vivente? Queixe-se cada um dos seus pecados (Lamentações 3.39).

Em todo caso, se você já passou por algumas frustrações (como eu), não deixe que essas experiências sejam mais relevantes do que a Palavra do Senhor. Você verá que a energia gasta pra crer nas promessas dEle será a mesma gasta pra desacreditar no que Ele diz. A única condição pra mudar esse resultado é: se você crer, se tiver fé, verá as bênçãos do Senhor! Se não persistir, o desfecho dessa história possivelmente será outro, nada legal.

Sei que é muito fácil falar de fé quando a gente tá numa boa, mas, se você não conhece a minha história, preciso te contar uma coisa: a long time ago, minha namorada terminou comigo pra ficar com outro; na verdade, antes do término, ela me traiu com ele. Pense numa pessoa que ficou muito, muito mal. Pois é… essa pessoa fui eu. Eu, que achei que ia morrer quando pensei que “o amor da minha vida” tinha ido embora e que, a partir daquele momento, seria impossível eu ser feliz. Mas então, diante daquela situação, em vez de desistir, de acreditar numa palavra de morte, eu escolhi a vida e decidi buscar a Deus de verdade. E, mesmo me sentindo sem forças no início, fui persistindo nesse objetivo, até que aos poucos fui emocionalmente sarado e tive o coração repleto das promessas de Deus. O que, pra mim, parecia uma grande perda era, na verdade, a resposta do Senhor: com aquele relacionamento, Ele não cumpriria os Seus propósitos em mim. Não foi o “não” da minha ex-namorada que impediu o projeto de um casamento, mas o “sim” de Deus, porque Ele tinha algo melhor pra mim.

Os planos de Deus não estão condicionados ao que as outras pessoas querem; estão exclusivamente voltados à soberania dEle aliada à nossa obediência. Em Deus, não existe sorte, acaso ou impossibilidade. As bênçãos do Senhor vão ao nosso encontro quando a gente persiste em obedecer a Ele.

Resumindo: nessa minha caminhada com Deus, antes de eu conhecer a Claudinha (minha esposa), eu sempre me lembrava de uma das promessas do Senhor, que está no Salmo 128.3: “A tua mulher será como a videira frutífera aos lados da tua casa; os teus filhos como plantas de oliveira à roda da tua mesa”.

Notou como é importante crer no que Deus diz na Sua Palavra, em vez de crer em outra coisa? Então, não seja como aqueles que não acreditam nas promessas do Senhor. Também não seja como muitos cristãos, que têm a fé morna e nem ao mesmo sabem para que foram chamados. Em vez disso, seja um cristão que busca constantemente conhecer a vontade de Deus e vivê-la em todo o tempo.

Como fazer isso? Busque ler mais a Bíblia e livros cristãos que podem ensiná-lo mais sobre a vontade de Deus.  Assista a mais cultos, frequente mais congressos ou seminários e assista a mais vídeos como os do Eu Escolhi Esperar  ( https://www.youtube.com/user/euescolhiesperar )e de tantos outros ministérios que Deus tem levantado pra edificação do Seu Reino.

Não chute o balde nem deixe a vida te levar. Quando você desiste de sonhar aquilo que Deus projetou pra você, automaticamente você insistirá em viver aquilo que não é o melhor dEle pra sua vida – e a consequência é um coração vazio, sem perspectivas, triste. Você não quer isso, não é mesmo? Então persista, fique firme na Palavra de Deus e viva todas as promessas que Ele designou pra sua vida.

 

“Porque sou eu que conheço os planos que tenho para vocês”, diz o Senhor, “planos de fazê-los prosperar e não de lhes causar dano, planos de dar-lhes esperança e um futuro.
Então vocês clamarão a mim, virão orar a mim, e eu os ouvirei.
Vocês me procurarão e me acharão quando me procurarem de todo o coração.
Eu me deixarei ser encontrado por vocês”, declara o Senhor, “e os trarei de volta do cativeiro. Eu os reunirei de todas as nações e de todos os lugares para onde eu os dispersei, e os trarei de volta para o lugar de onde os deportei”, diz o Senhor.
(Jeremias 29.11-14.)

 

Medite nisso, e que Deus abençoe a sua vida!

 

Dúvidas, críticas ou sugestões de temas, escreva para o e-mail: <relacionamentojovemcristao@gmail.com>, e farei o possível pra responder-lhe o quanto antes.

Até a próxima!

 

Marco Aurélio

RELACIONADO
COMPARTILHE ESTE ARTIGO:
 
mm

Marco e Claudia

Marco Aurélio Vieira, casado com Claudia Lins, é formado em Administração. Convertido há 15 anos, é membro da Igreja Evangélica Congregacional de Bento Ribeiro (IECBR) e trabalha ativamente com liderança de célula, aconselhamento (sobretudo na área sentimental cristã) e como professor de escola bíblica. Claudia Lins, casada com Marco Aurélio Vieira, é nascida e criada no Evangelho, e tecladista no ministério de louvor da igreja em que congregam. Formada em Letras, com pós-graduação em Latim e em Mercado do Livro, atua como revisora de textos e produtora editorial. Marco Aurelio e Claudia Lins escrevem quinzenalmente aos domingos.