O fim é o começo!


Quem ao longo da sua vida não teve a impressão que, após concluir uma fase importante, não há mais o que fazer. Ao encerrarmos a faculdade, por exemplo, pensamos que o ciclo acadêmico terminou e achamos que não temos mais o que aprender: grande engano! Com o término da graduação, tem-se a possibilidade de fazer uma especialização e, depois, mestrado, doutorado, enfim… estamos em constante processo de aprendizado. O que muda é a fase em que estamos. Não podemos olhar as situações de maneira engessada, nos conformando com aquilo que temos: o conhecimento adquirido, as amizades, o emprego, o nível de escolaridade, o fim de um relacionamento, precisamos ir além…

Hoje pela manhã ouvi uma frase dita por uma pessoa que admiro muito. Ela disse o seguinte: “quando achamos que chegou o fim, é porque é apenas o começo”. Ao fazer uma análise dela, percebi algumas coisas que gostaria de compartilhar com vocês:

1. Na vida as coisas não são da maneira que nós gostaríamos. Graças a Deus por isso, pois já pensaram que monótona que seria a vida se já soubéssemos o que iria acontecer e tivéssemos a resposta certa para cada situação? Por certo, não teríamos prazer em nos aperfeiçoar porque tudo viria ao encontro das nossas necessidades. A crise nos ensina a estar em constante aperfeiçoamento, buscando ainda mais conhecimento, o que é uma benção, pois nunca ficamos da mesma forma.

2. Os erros são um grande aprendizado. Muitas pessoas tem a infeliz ideia de tentar ser perfeita o tempo todo. Não somos perfeitos! Aliás, erramos até quando queremos acertar. Pare de tentar levar sua vida no piloto automático, confiando em si mesmo. Peça a Deus que lhe dê sabedoria para agir corretamente, tendo um bom proceder em si mesmo e para com o próximo. Aprenda com seus erros e utilize-os como um agente propulsor em sua vida, ajudando a si próprio e aos outros a não incorrerem nas mesmas falhas.

3. Na dinâmica do Reino de Deus, Ele usa as coisas loucas para confundir as (que pensam ser) sábias. Quem não conhece alguém que, aos seus olhos, eram incapazes de conquistar alguma coisa, de dar um conselho ou mesmo servir de ajuda num momento difícil e, do nada, essa pessoa dá a volta por cima. Pois é, sinto informar que os que aparentemente são sem serventia alguma, para Deus, são de grande utilidade, pois Ele permite que os "menores" nos surpreendam com suas conquistas, sendo muitas vezes um ombro amigo nos momentos de dificuldade (quando os “amigos” de sempre somem, entendem?!). Isso acontece porque, quando nos achamos bons o suficiente e tudo parece tranquilo, Deus vem e muda as circunstâncias para mexer nas nossas estruturas, pois Sua Vontade é que não permaneçamos da maneira como estamos.

4. Rompa com as situações do passado. Há pessoas que tem dificuldade com a possibilidade do novo. Tem medo de mudar de emprego, investir em outras áreas, conhecer pessoas novas, pois estão acostumadas a uma estrutura engessada. Alguns tem medo de esperar em Deus e não ver a promessa se cumprindo. Uma vez ouvi algo bem interessante: “quando somos desafiados com uma situação que nos incomoda, somos tentados a permanecer inertes, porém, precisamos ver que há uma plenitude de aprendizado ao passarmos por ela”. O medo de errar, somado ao desejo de permanecer da mesma forma, tem levado muitos a viver um estilo que recai na mesmice. Parece que as coisas não mudam, sentimos um tédio e uma sensação de inutilidade, mas a é verdade é que eu e você temos que agir suprindo as necessidades do próximo e nos doando. Não são os outros que precisam mudar, mas meu interior tem que ser diferente!

5. Avance e prossiga para um novo nível. Certo dia ao reunir as multidões, Jesus entrou num barco para poder ensiná-las e, ao anoitecer, ficou sozinho com os seus discípulos e disse-lhes: “VAMOS PARA O OUTRO LADO”. Esse outro lado representa um novo nível que somos convidados a ir todos os dias. Penso em como os discípulos estavam APAVORADOS com a tempestade, porque certamente pensaram que o barco iria naufragar e, obviamente, morreriam. Porém, ao ver que eles estavam com medo, Jesus repreendeu o vento e disse: “Aquiete-se! Acalme-se” e, imediatamente, assim aconteceu. Em seguida, eles visualizaram a margem do outro lado e certamente ficaram aliviados. Tem pessoas que ficam com medo de esperar em Deus, mas esse é o novo nível que Ele quer te levar!

­      Toda a vez que estamos em uma situação difícil, temos a tendência em achar que tudo terminou (é o fim!) e que estamos fadados a viver assim para sempre. Porém, isso não é verdade! Precisamos ter fé, que se opera por meio da confiança em Deus, de que depois da tempestade, existe um outro lado, onde habita a esperança, os sonhos, o porto seguro e um novo amanhecer.
Sempre haverá o que aprender e a cada dia é uma nova oportunidade para ingressar na escala do sucesso. Aperfeiçoe-se. Não se contente com o pouco, mas anseie por uma qualificação a mais em tudo na sua vida.

Destaque-se no trabalho, nos estudos, na sua família! Nada vem pronto; precisamos construir nosso futuro a partir de uma atitude de disposição em fazer as coisas com excelência. Nos relacionamentos, enquanto você espera em Deus está se preparando para o seu casamento. Enquanto isso aproveite este tempo para construir boas amizades.

Quando chegarmos ao nosso limite, precisamos ter em mente que, "o fim" pode ser o início de grandes coisas.

 

Simone Messina (com contribuição especial de Pedro Tasca Gomez, meu melhor amigo e com quem estou em Compromisso).

mm
Simone Messina Gomez Facebook Twitter Imprimir

Simone Messina Gomez. Funcionária pública e escritora cristã. Membro da Igreja Bastista Nacional de Santa Maria, RS. Autora do livro O valor de estar solteiro e de muitos outros que estão por vir! Casada com Pedro Tasca Gomez. Ministramos seminários sobre Vida de solteiro, Romance Real e Santidade. Contato: simessina@gmail.com

seta

CONHEÇA NOSSA LOJA ONLINE