O QUE FAZER PARA COMEÇAR BEM 2017?

Um ano novo começou! Para os que estão solteiros, fica sempre aquela expectativa: “Será que vou conhecer meu grande amor este ano? Por que está demorando tanto?”. Eu sei por quê; afinal, um dia já fui solteiro, e fazia sempre essas mesmas perguntas nas viradas de ano. Por isso, neste artigo, quero compartilhar com você alguns princípios da Palavra de Deus que considero fundamentais para que quem está esperando no Senhor tenha, de fato, um amor abençoado por Ele!
1) APRENDA SEMPRE COM JESUS. Esse é o ponto de partida para uma vida sentimental abençoada por Deus. Tudo o que você tiver de aprender sobre amor aprenda com Jesus. Às vezes, pode até parecer difícil esquecer ou mudar certos comportamentos que experimentamos no mundo, mas, com um pouco de boa vontade e determinação, você verá que aprender com Jesus é bem simples e maravilhoso. Apague toda frustração do passado e deixe Cristo ensiná-lo a ter uma vida de excelência. Para aprender com Ele de uma forma prática, é simples: basta ler diariamente a Palavra de Deus, orar, participar de estudos bíblicos, assistir aos cultos, ler livros edificantes sobre romance cristão, obedecer a vontade do Espírito Santo etc. Inicialmente pode parecer muita coisa, mas com o tempo você verá como é prazeroso seguir cada um desses passos. Em Mateus 11.29, a Bíblia diz: “[…] aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas”.

2) OLHE PARA O AUTOR E CONSUMADOR DA SUA FÉ. Por mais que o nosso tema seja Vida Sentimental Cristã, é impossível ser feliz de verdade (inclusive afetivamente) se você não focalizar em seu coração o Autor e Consumador da sua fé: Jesus Cristo. O livro de Hebreus 12.2 diz: “[…] olhando firmemente para o Autor e Consumador da fé, Jesus”. Acredito que quase todo mundo saiba disso, mas, infelizmente, muitos cristãos solteiros ficam desanimados quando estão há um bom tempo sozinhos. Alguns chegam a se desviar da fé, deixando até mesmo de ir à igreja em que congregam. Por que isso acontece? Porque essas pessoas estão colocando sua fé em coisas que um dia esperam receber, mas não em Jesus Cristo. Ter um romance de Deus é bom? É maravilhoso! Mas, ainda assim, não é tudo. Infinitamente melhor será quando virmos a glória de Deus no porvir. Eu sei que nem todo dia a gente está tão espiritual assim, só que devemos lutar para que essa verdade esteja bem guardada em nosso coração. Em 1 Coríntios 15.19, a Bíblia diz: “Se a nossa esperança em Cristo se limita apenas a esta vida, somos os mais infelizes de todos os homens”.

3) PRESTE MAIS ATENÇÃO NO QUE DEUS DIZ DO QUE NO QUE AS PESSOAS DIZEM. Em nossa caminhada cristã, pessoas falarão de tudo a nosso respeito. Isso é certo! Falarão do nosso biótipo, da nossa beleza, nossa personalidade etc. Não devemos desmerecer ninguém nem esses tipos de comentário, mas sempre avaliar o que elas nos falam à luz da Palavra de Deus. Digo isso porque talvez você já tenha se interessado bastante por uma pessoa que não correspondeu aos seus sentimentos, que tenha lhe dito que não o ama ou, ainda, tenha falado indiretamente que você não é uma pessoa atraente etc. Mas será que Deus pensa da mesma forma? Por exemplo: será que Deus não diz que ama tanto você? João 3.16 e Jeremias 31.3 dizem exatamente o contrário a seu respeito! Aí, eu pergunto: queremos agradar aos homens ou a Deus? Devemos nos transformar pela renovação do nosso entendimento, para experimentarmos a boa, agradável e perfeita vontade de Deus (Romanos 12.2).

4) ENTREGUE À AUTORIDADE DE DEUS O SEU RELACIONAMENTO AFETIVO. O Senhor é conhecedor de todas as coisas e tem um propósito para cada um de nós. Por essa razão, devemos sempre pedir Sua orientação. Sejamos sinceros: às vezes, não nos submetemos a Deus por não confiarmos que Ele pode nos dar o melhor. Mas isso é puro engano! Uma dica que me abençoou muito é, antes de sair anunciando que você está afim de alguém, falar primeiro com Deus a respeito de seus sentimentos. Ore e aguarde a direção dEle. O Senhor é seu melhor amigo.

5) NÃO VIVA ANSIOSO. Muito além de ocupar a mente, é preciso desenvolver o propósito do Senhor para sua vida. Comece a entender seu verdadeiro chamado com seus dons e talentos. Quando você descobre isso, percebe que os assuntos divinos começam a se encaixar nos seus propósitos; então, sua vida passa a ter mais “cor”, e você se torna mais feliz. Desenvolva sua paixão pelo Reino de Deus – trabalho esse que começa na sua família e se estende pelas quatro paredes da sua congregação, pelo trabalho, pela escola, faculdade etc. Descanse seu coração e trabalhe para o Reino do Senhor. No momento certo, aquela pessoa que você tanto sonha conhecer e que é separada por Ele surgirá na sua vida.

6) TENHA CUIDADO COM O QUE VOCÊ PENSA. Infelizmente, a maioria das pessoas não compreende essa verdade. Basicamente, o pensamento ou a palavra surge de uma destas três fontes: de você, de Deus ou dos espíritos malignos. É inevitável que nossa mente pare de ter pensamentos malignos. Repito, é inevitável! Nossa mente é como um campo minado, com sugestões malignas prontas a serem detonadas a todo instante – e, às vezes, esses ataques vêm tão camuflados, quase imperceptíveis, que só mesmo à luz da Palavra conseguimos discerni-los. Mas é completamente possível não ceder a eles nem crer neles com o coração. Deus deu a cada um de nós a liberdade de escolher, de decidir o destino que quer para si. O próprio Jesus passou por essa experiência. Ele esteve por 40 dias no deserto, em jejum, e Satanás o tentou, mandando que, se Ele fosse o Filho de Deus, provasse isso, tornando pedras em pães e saciando Sua fome. Às vezes, somos tentados a provar algo para as pessoas, mas não precisamos disso; afinal, o que somos em Deus é o que importa. Para mostrar que Cristo é o Filho de Deus, Ele não precisou ceder à tentação. Então, mesmo diante daquela cena, disse a Satanás: “Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus” (Mateus 4.1-11)!

7) PERSISTA. Mesmo nas dificuldades, não pare de fazer o que é certo. O Salmo 126.5,6 diz: “Os que semeiam em lágrimas segarão com alegria. Aquele que leva a preciosa semente, andando e chorando, voltará, sem dúvida, com alegria, trazendo consigo os seus molhos”. Portanto, mesmo que você esteja cansado ou decepcionado, continue a semear hoje para, no futuro, colher o seu melhor fruto. Às vezes, a tristeza vem por não vermos as coisas acontecendo. Mas isso não significa que Deus não está agindo em nosso favor. Deus nos surpreende em bênçãos quando menos percebemos. Ao longo da sua caminhada, talvez você até faça algo diferente do que pensava ser o certo, mas nunca pare de semear os princípios de Deus, pois, além das bênçãos que poderá receber, adotar esses princípios é uma atitude de obediência.

Por fim, quero dizer que não tenho a pretensão de substituir o aconselhamento de sua liderança espiritual local; de modo algum! Mas, aliado a ele, também incentivo você, leitor, a interagir comigo. Sinta-se à vontade para escrever para mim, pelo e-mail relacionamentojovemcristao@gmail.com, e farei o possível para responder-lhe o quanto antes. Conte-me sua experiência para que, por meio dela, outras pessoas possam ser edificadas.

Até a próxima!

Marco Aurélio

RELACIONADO
COMPARTILHE ESTE ARTIGO:
 
mm

Marco Aurelio

Marco Aurélio Vieira, casado com Claudia Lins, formado em Administração, estuda pós-graduação em Liderança e Coaching. Convertido há 16 anos, é membro da Igreja Evangélica Congregacional de Bento Ribeiro (IECBR) e trabalha ativamente com liderança de célula e aconselhamento (sobretudo na área sentimental cristã). Escreve quinzenalmente para o site sempre aos Domingos.