Home Artigos O que será dos teus amanhãs?

O que será dos teus amanhãs?

2449
0

O que será dos teus amanhãs? Uma boba pergunta, mas, difícil de responder.
Fim de ano é um treco interessante, né? Além daquele clima natalino que toma conta da cidade (e tudo que isso envolve, desde as arrumações até as muitas compras), um certo impulso em querer ajudar ao próximo (pena que uns tomam essa atitude APENAS nessa época), um tom de despedida, de encerramento, de um virar de página no ano velho, de novos projetos, sonhos desejos, dezenas de itens na lista de quereres como metas expectativas pro ano vindouro, mexem com nossa cabeça.

Também tem um evento que percebo, onde pessoas acham que “o virar do ano”, o exato momento em que o relógio bater 00h do dia 31/12 pra 01/01, uma mágica acontecerá e tudo se resolverá instantaneamente; algo como se ao contrário, a abóbora virasse carruagem. Sabe aquela procrastinação de “ano que vem eu realizo tal coisa…”, “o próximo ano será diferente”, “passando as festas, eu faço…”.

O preocupante é que isso NÃO É um desejo, uma profecia, uma vontade. Isso é mais um adiamento de algo que poderia ser resolvido (ou semeado) hoje. O fruto só existe porque alguém decidiu jogar uma semente no solo, na esperança de que Deus desse o crescimento necessário ao sonho dele.

Certas coisas não precisam de tempo pra sua realização; precisam e dependem mais é de atitude, posicionamento, semeadura. Óbvio que entendo que existam certas coisas que travam outras, que dependam de outras pra sua realização; e que aí sim, somente o tempo (não o nosso, o de Deus) poderá ajustar. Mas, mesmo estas, carecem de um posicionamento nosso pra que Deus venha fazer o lado Dele. Esse alinhamento não precisa de um ano acabar e outro começar. Isso pode ser feito AINDA esse ano. Pode ser feito hoje. Pode ser feito AGORA; basta QUERER.

Penso que nossos “amanhãs”, dependem dos nossos “hojes” (leia http://www.euescolhiesperar.com/artigos/recomecar-do-comeco); Que absolutamente nada acontece por acaso (seja bom ou ruim) em nossa caminhada; Que uma maratona começa com um primeiro passo (e antes mesmo desse passo, há de se saber PRA ONDE VOCÊ QUER E ESTÁ INDO); Que se no seu mapa de destino, na sua bagagem, nos teus sonhos, planos, projetos, desejos, quereres, Deus não estiver incluído (e mais, se Ele NÃO FOR O PRINCIPAL ELEMENTO), desista…não valerá à pena!
Mesmo que o resultado seja o que você quis; mesmo que você esteja feliz.

Então, cuide muito bem dos teus “hojes” e seus “amanhãs” lhes surpreenderão.