Home Artigos O valor da vida

O valor da vida

377
0

Tu formaste o íntimo de meu ser e me teceste no ventre de minha mãe.
Salmos 139.13
(Texto Base Salmos 139.13-18)

Há um contexto da sociedade atual que gera sobre todos nós uma cobrança surreal. Independente da área que se trate, pessoas sofrem por essas pressões. Pode ser trabalho, amizade, escola, faculdade, quase tudo e/ou quase nada, mas há sempre alguém que sofre no seu íntimo.

Não é possível isolar um fator por si só, mas a complexidade desses conjuntos atuando geram toda essa dor para muitos.

Esse sofrimento e agonia parece um labirinto escuro sem saída. A desesperança, medo ocupa nossa mente e parece que até o respirar se torna pesado. Tudo que ocorre na mente de alguém com esse sofrimento é encontrar alguma forma de acabar com isso. Infelizmente, por mais pesado que seja, suicídio é a conclusão de muitos para isso.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), suicídio é responsável por uma morte a cada 40 segundos em todo mundo. Trata-se de um problema literal de saúde pública. O suicídio e/ou a tentativa do mesmo se tornou pauta prioritária para a prevenção desse ato.

O sentimento daqueles que sofrem com essas dores é de fato difícil exprimir. Sabemos da complexidade dos sentimentos e como eles podem influenciar todas nossas decisões, mas cabe a nós Cristãos reconhecer o problema como social, e que atinge também aqueles que são seguidores de Jesus Cristo.

Sempre que pensamentos assim nos atingem devemos lembrar do valor da vida pelo ato de Jesus Cristo. Ver o Filho do Deus vivo morrer e ressuscitar em nosso favor é reconhecer que o valor de nossos atos implicam também o valor da vida (Jesus/Vida) para nós.

Devemos também lembrar que Deus em sua presciência já havia nos planejado (Salmos 139.13-18). Ele reconhece tudo o que se passa em nossas vidas. Sabe de nossas dores, sabe de nossas angústias, e acima de tudo, se compadece delas. O que Deus diz em Salmos 139 é que somos obra prima d’Ele. Tudo que Ele tem de proposta para nossas vidas ainda estão em tempo de ser vivenciadas!

Nunca se esqueça: se sofre por isso, ore a Deus. Peça que sua mente se torne cada vez mais próxima de vontade de Jesus para nossa vida. Que os atos, mesmo em meio tantas dores, façam sentido e sejam aos poucos curados pelos vontade de Deus em nosso favor.

Lembre-se sempre: não há batalha que se vença sozinho . Jesus Cristo é autor da vida e Deus pai o executor de tudo. Lembre-se que todo ato de bondade em favor do valor de nossas vidas já foi executado e planejado pelo nosso Deus.

Algumas dicas gerais para momentos assim:
1) Procure ajuda com alguém especialista/profissional;
2) Procure ajuda de amigos/familiares e pessoas maduras, e exponha sempre que possível a dor e pensamentos que te afligem;
3) Entre em contato com Centro de Valorização da Vida que atende pelo número 188. Trata-se de um canal do Governo que realiza apoio emocional e prevenção ao suicídio. – https://www.cvv.org.br/