Pai, vê se me esquece!


– Basta! Basta! Basta! Mil vezes Basta! O Senhor quer saber de uma coisa?

-O que filho?

– Cansei disso tudo! Cansei dessa história de não ter respostas pra todas as coisas. Vou embora daqui. Vou sair de casa. Vou ganhar o mundo.

 

Já está tudo preparado pra ir embora. Eu preciso apenas de algumas peças de roupa, um caderno e uma caneta. Acho que isso basta pra conquistar o mundo. Estou em conflito. Quero ficar em casa, mas aqui não dá pra satisfazer os meus desejos. Se quero curtir com a galera ou pegar várias meninas, Ele me aconselha que isso não é bom pra mim. Mas quando lhe pergunto algo Ele parece ficar em silêncio.

As lágrimas deslizam pelo rosto de Felipe. Ele já não sente prazer em estar em casa, pois o seu coração já está centrado nos seus sonhos e desejos. Ele já não tem mais relacionamento com o seu Pai. Felipe está sempre ocupado com os seus estudos, pois a faculdade lhe toma muitas horas de seu dia e o seu trabalho diurno o deixa exausto. Hoje faz 10 meses que ele não senta pra almoçar com o seu pai ou assistir TV. Felipe só procurar o seu Pai para pedir dinheiro ou reclamar quando algo lhe falta ou se estiver errado. Eles apesar de serem PAI e FILHO não têm relacionamento, não porque Emanuel não queira, mas porque Felipe sempre está ocupado.

 

 

-Pai! Vê se me esquece! Vou aproveitar a minha juventude! Vou ser alguém importante pra esse mundo.

– Filho é isso que você realmente quer?

– Claro! Tenho certeza a absoluta!

– Absoluta…

– Sim!

 

Emanuel dá um abraço apertado em Felipe e lhe dá um pequeno livro.

 

Após 5 dias longe de casa Felipe se lembra do livro que seu Pai colocou no seu bolso antes dele ir embora. Ele me permitiu ler o que estava escrito e compartilhar com vocês um fragmento.

 

(…)Não lhe culpo em achar que fico em silêncio. Não lhe impeço de aproveitar a sua vida como você bem queira e tão pouco quero você como um escravo de minhas vontades. O que desejo pra você meu filho é apenas o melhor. Sei que você pensa que fico em silêncio muitas vezes, mas na verdade eu sempre tento me relacionar com você, porém você gosta de ouvir mais o que lhe agrada e sempre está ocupado e não tem tempo pra mim. Filho eu jamais te deixarei e nunca te desampararei. Volta pra casa, porque te esquecer é impossível, pois você é a razão de meu amor! Volta pra casa estou aqui atrás de você.

Felipe ao olhar para trás vê o seu Pai.

 

Muitas vezes estamos como Felipe, que apesar de ter um PAI não se relaciona com ele. Apenas cobramos DELE tudo e achamos que ELE esta distante, quando na verdade nós que nos afastamos do Pai.

 

Como está o seu relacionamento com DEUS?

Um fraterno abraço no amor de Cristo

Gustavo Pestana
Gustavo Pestana Facebook Twitter Imprimir

Sou natural de Ilhéus-Ba, formado em psicologia e graduando em teologia. Membro da igreja batista da Urbis na minha cidade. Amo escrever e compartilhar o amor d Deus. No momento estou trabalhando com missões urbanas. Também trabalho em dois projetos sociais: Um que com crianças com câncer e um com crianças carentes.

seta

CONHEÇA NOSSA LOJA ONLINE