Quem é você?


“(…) Quem é você? Só você mesmo pode responder, Por trás da aparência, onde só Deus vê

Bem no seu intimo sombrio, Sufocado e trancado a sete chaves

Maquiando o teu vazio… Deus e o travesseiro sabem

Quem é você quando ninguém vê? Quem é você, Quem é você?

Quem é você? … Longe do altar, o que Deus vai ver quando Te sondar

Quem é você além de um domingo… Depois das luzes, do discurso e da máscara

Quem é você quando ninguém vê… Quem é você? (…)”

É com o trecho desta música que começo o artigo de hoje, e te faço a mesma pergunta: QUEM É VOCÊ?

Muitas pessoas aparentam ser o que não são, vivem uma mentira. Não digo que este é o seu caso, mas uma grande maioria diz viver aquilo que não é em seu íntimo. Muitos cristãos tem seus discursos totalmente destoantes de sua conduta, pensando que ao olhar do céu passam despercebidos… Engano.

Quando comecei a escrever os artigos por aqui, recebi muitos emails… Histórias que eu muitas vezes queria atravessar a barreira da internet para poder abraçar a pessoa que me mandou o email, ou até mesmo para dar um puxão de orelha… Li coisas tristes, li testemunhos lindos, e acreditem, eu leio TODAS as mensagens que mandam para mim. Tenho muita cautela ao responder, pois aconselhar alguém (que em sua maioria eu não conheço) é MUITO delicado, e por muitas vezes eu me reservei a não responder, pois tenho aprendido que apenas o SENHOR conhece as intenções do coração do homem. Em meio a todas as histórias que recebi, uma me chamou atenção, era o caso de uma moça que precisava confessar coisas graves a sua liderança, e embora eu lhe direcionasse na palavra a tomar certas posições, eu pude notar que ela preferiu esconder e continuar no caminho mais desfavorável.

Compartilho isto, pois estava pensando, até onde vale a pena fingir ser quem não se é? Até que ponto é satisfatório aparentar uma vida cristã que não se tem?

Vivemos dias em que é difícil reconhecer aqueles que são de verdade dos que são de mentira. O joio está espalhado no meio do trigo, e muitas vezes contaminam sorrateiramente aqueles que têm tentado se manter de pé.

A palavra de Deus nos alerta em 2 Timóteo 3:5:

“ Sabe, porém, isto: nos últimos dias, sobrevirão tempos difíceis, pois os homens serão egoístas, avarentos, jactanciosos, arrogantes, blasfemadores, desobedientes aos pais, ingratos, irreverentes, desafeiçoados, implacáveis, caluniadores, sem domínio de si, cruéis, inimigos do bem, traidores, atrevidos, enfatuados, mais amigos dos prazeres que amigos de Deus, tendo forma de piedade, negando-lhe, entretanto, o poder. Foge também destes.”

Note que há escrito “aparência de piedade”, ou seja, demonstram ter devoção, mas isto não condiz com a realidade. Vamos nos analisar nesta hora e pensar que cristãos temos sido, como temos andado, como nosso testemunho (bom ou ruim) tem influenciado pessoas. Podemos nos enganar achando que estamos mascarando nossas péssimas atitudes em nossos relacionamentos, mas Aquele que tudo vê nos sonda.

É hora de voltar ao inicio das coisas, deixar Deus sarar as feridas e retirar as máscaras. É hora daquele que anda errante pelo caminho ter suas veredas endireitadas. É hora de o sepulcro caiado ser derribado, e o altar de adoração erguido. É TEMPO DO QUE PENSA SER CONVERTIDO SE CONVERTER DOS SEUS MAUS CAMINHOS!

Moça, Moço, EI!!! É tempo de EXAMINARMOS os nossos corações (1 Coríntios 11:28), e vermos se as nossas palavras condizem com as nossas ações, e se estas refletem ao Senhor Deus OU a outro senhor…

Há uma passagem bíblica escrita no capítulo 4 de João que conta a história de Jesus conversando com uma mulher samaritana a beira de um poço. Lá, o Mestre já sabia o que dizer, e onde tocar. Em um certo momento, Jesus diz a mulher “Vai, chama o teu marido, e vem cá”, Ele sabia a resposta que viria, quando a mesma diz que não tinha marido. Sabiamente, Jesus afirma “Disseste bem: Não tenho marido; Porque tiveste cinco maridos, e o que agora tens não é teu marido.”… Veja que embora a Samaritana tentasse em primeiro plano não expor sua vida, o Cristo já sabia de tudo. Assim é conosco! Embora nós tentemos esconder as nossas mazelas, nossos pecados, o Senhor já sabe! Ainda que você conte uma mentira, Ele já sabe antes que as palavras saiam da sua boca.

Não sejamos comparados a homens e mulheres corruptos. Que venha o Reino de Deus sobre nós e nos livre daquilo que nos aprisiona! Analise seu coração e veja QUEM É VOCÊ!

Deixe o oleiro te transformar num vaso novo!

Para reflexão, transcrevo para você as palavras do Pastor Max Lucado:

“Quando um oleiro cria um pote, ele verifica a solidez tirando do forno e dando uma batida. Se o pote “entoar”, está pronto. Se o pote der um “ruído surdo”, volta ao forno. O caráter de uma pessoa é também avaliado por meio de batidas. Batidas são aquelas inconveniências irritantes que provocam o pior em nós. Elas nos pegam de surpresa. Não são grandes o suficiente para serem crises, mas se você tiver o suficiente delas, tome cuidado!

Será que eu entoo, ou dou um ruído surdo? Jesus disse que da natureza do coração de um homem procede a sua fala (Lucas 6:45). Não há nada como uma boa batida para revelar a verdadeira natureza de um coração. Se você tiver uma tendência de dar um ruído surdo mais do que entoar, tome coragem. Lembre-se, nenhuma batida é desastrosa. Todas as coisas cooperam para o bem se estivermos amando e obedecendo a Deus.”

Até a próxima!

Deus te abençoe,

Kamila.

mm
Kamila Carvalho Borges Facebook Twitter Imprimir

Cristã, advogada, casada com Lincoln Borges.

seta

CONHEÇA NOSSA LOJA ONLINE