RAÍZES QUE EXPLICAM A VULGARIDADE DA MULHER MODERNA

Ele ainda era um adolescente de seus 17 anos e já namorava uma garotinha. Certo dia, seu pai foi levá-la até a casa da namorada para buscá-la, pois iam sair para uma festa de amigos. Quando o carro do pai do garoto pára em frente à casa da moça, lá vem uma “criança” de apenas 13 anos vestida como uma prostituta. Microssaia, blusa transparente, que mostrava o sutiã e seu rosto lotado de maquiagem. Quando ela sai, o pai dela, que estava no jardim em frente à casa, disse: “divirta-se filha!”. Dentro do carro, a menina explicou, em lágrimas, que estava usando aquela roupa sexy porque queria ver se o pai se importava o suficiente para impedi-la. Era evidente que não. A filha usara aquela roupa para testar o amor e a preocupação do pai, e ele fora reprovado. Quando chegaram no local da festa, ela logo foi ao banheiro e trocou de roupa.

Essa é uma história real que traz à tona uma raiz que explica o fato de muitas moças, hoje em dia, serem fáceis demais e muito dadas. Existe um vazio para toda menina que só é preenchida por um pai (ou por uma figura paterna). As mães não são capazes de preencher esse vazio específico. Infelizmente 34% dessas meninas queridas, já nascem sem essa figura paterna.

As meninas têm intensa necessidade de afirmação do pai e uma mágoa, também intensa, é gerada quando ocorre algum tipo de “abandono” ou “rejeição”. Isso, normalmente, tem repercussões para o resto da vida. Por que? Essa dor é causada devido ao senso de confiança e o valor próprio da filha ser ligado de forma direta ao seu relacionamento com o pai. Aquilo que o pai pensa a respeito da filha e a forma como ele expressa isso é fundamental para o valor próprio e sua autoconfiança. A figura do pai também afeta diretamente sua feminilidade e ensina como se relacionar com meninos e homens.

A partir daí, observando alguns comportamentos de meninas nos nossos dias, concluímos que essa raiz tão importante tem sido fragilizada e, em muitos casos, extinguida. É o exemplo da moça que concorda em se relacionar com um cafajeste (mesmo sabendo que ele não presta) só porque ele disse que a ama de verdade. É a moça que entrega seu coração e, muitas vezes, seu corpo, só porque o rapaz disse meia dúzia de palavras que o pai deveria dizer e nunca disse.

Temos uma filha de 3 anos (no momento em que estamos escrevendo este artigo) e em janeiro de 2016 nasce nossa segunda filha! Temos buscado compreender esses assuntos para prepará-las para a vida. Sabendo que é impossível criarmos uma cerca de proteção “física”, temos nos munido de princípios essenciais para que possamos contribuir para que nossas filhas sigam o chamado divino sem precisar ter sequelas por terem se envolvido com este mundo tenebroso.

Talvez você seja uma dessas meninas que foi criada com essas falhas paternas. Perdoe seu pai terreno. Mas, sobretudo, saiba que você tem um pai celestial que te admira, te inspira confiança e está com você eternamente!

Gostou? Temos mais artigos e vídeos em nosso site. Corre lá: www.doolharaoaltar.com.br

Deus te abençoe.

RELACIONADO
COMPARTILHE ESTE ARTIGO:
 
mm

leandro