Recalculando a Rota.

 

Oi gente, quanto tempo!

Andei meio ausente daqui mas estou de volta. Como vocês estão?

Hoje quero falar sobre algo que Deus tem trazido ao meu coração esta semana:

Provérbios 14:12 “Há caminho que parece certo ao homem, mas no final conduz à morte.”

Ás vezes mergulhamos em algumas situações na nossa vida que num primeiro momento parece que está tudo bem. Conforme o tempo vai passando, uma angústia muito grande vai tomando conta de nós e então chegamos à conclusão que é preciso recalcular a rota.

Como este texto diz, ás vezes parece que está tudo caminhando perfeitamente, a gente ora, coloca diante de Deus, mas no fim, nossas emoções tomam o lugar dos ponteiros da “bússola” e baseamos as nossas escolhas em nossas emoções. Ás vezes por ansiedade, ou até mesmo por um desejo muito grande que esta situação se concretize em nossa vida, nós pegamos alguns atalhos para chegar mais rápido no destino final.

Mas será que este é realmente o caminho que devemos seguir? posso crer que se o Espírito Santo habita em você, neste exato momento ele está te sinalizando se esse caminho de fato tem a ver com a vontade de Deus parta a sua vida.

Quando estamos seguindo por caminhos de morte, Deus, em seu infinito amor por nós, sempre dá um jeito de nos trazer de volta. E talvez hoje seja seu dia de recalcular a rota de alguma área da sua vida.

Você sabe exatamente qual a área que tem te levado por caminhos que têm entristecido ao Senhor, que tem feito você pecar e se distanciar a vontade de Deus. Veja esta postagem como um alerta, uma nova oportunidade que o Senhor está te dando de parar no lugar onde você está e buscá-lo de todo o seu coração e entendimento para saber qual caminho você deve tomar a partir deste ponto para continuar sua jornada.

Se você está com dificuldade de ouvir a voz do Espírito Santo, peça ajuda. jejue, sacrifique a sua carne de modo que o espírito prevaleça sobre a sua carne, sobre as suas emoções e você possa ouvir a Deus. Se afaste por um tempo do foco do problema ou do pecado. Fuja se for preciso, mas não espere a morte chegar. As vezes a morte pode se apresentar de várias formas, até mesmo como uma consequência irreversível de algo que poderia ter sido evitado se você tivesse parado na hora certa para recalcular a rota. Como agora, por exemplo.

Não pague pra ver. Não vale a pena. Sua vida é preciosa demais para que você a desperdice indo por caminhos de morte.

Que Deus possa abençoar a sua vida e te fazer prosperar na sua rota, rumo ao alvo que é Cristo.

Um forte abraço,

Carla Duarte

e-mail: carladuarte.contato@gmail.com

RELACIONADO
COMPARTILHE ESTE ARTIGO:
 
mm

Carla Duarte

Solteira, 30 anos. Representante do EEE no Estado do Rio de Janeiro. Membro da Igreja Evangélica Congregacional de Bento Ribeiro, atuou na liderança de jovens por 4 anos e tem experiência com missões transculturais no Brasil e no exterior.