Recomeçar do começo


O início de qualquer coisa é, geralmente, difícil, desafiador. Traz medo, ansiedade, angústia pelo desconhecido, nos tira da famosíssima “zona de conforto”, impulsiona a nos mexermos ou nos trava por completo. Um curso, um relacionamento, um emprego, uma “DR” com quem amamos, um investimento financeiro, a abertura de um negócio, uma conversa em família, enfim, não tem jeito; começos nos trazem calafrios. Sabemos que não basta apenas começarmos bem; é preciso que isso dê continuidade (Ec 7:8a). Muitos começam bem, muitos partem para sua jornada bem. Porém, a vida não é uma prova de 100 metros rasos; é uma maratona, uma prova de resistência. E como vamos nos comportar nessas situações, faz toda diferença pra não pararmos no meio do caminho.

Mas, há também os recomeços. Recomeços são novos começos; novos inícios que dão oportunidades a novas possibilidades, novas experiências; e estas, boas ou más. Recomeços soam como renascimentos do que já fora um dia presente. Voltar a fazer ou nos comportar na forma como outrora estávamos.
A pergunta é: Como estávamos? O que se está começando novamente? Novos sorrisos ou novas dores? Novas curas ou reabertura de novas feridas?

Nem todo recomeço é para o lado certo. Recomeçar também pode ser recomeçar a fazer o errado.
Há recomeços onde seus começos são términos de direção ou começos do fim. Digamos que seria mais um “ começo”, ou seja, começar pra trás. Ele vem disfarçado de uma prepotência do “eu sei exatamente o que estou fazendo”. E às vezes sabe mesmo. Mas, ainda sim, quer seguir adiante com a viagem, sabendo (ou ignorando) que esta, é feita a beira de um alto, escorregadio e insano precipício. Também há recomeços deste tipo que é feito só. Somos imediatistas e queremos pressa na resolução. Não queremos ser acompanhados ou aconselhados por pessoas mais experientes, mais sábias e a visão do norte fica nublada, exatamente porque não temos um olhar de 360º do terreno em que estamos prestes a pisar.

APENAS um exemplo, a não ser você NUNCA tenha namorado, ninguém começa a namorar alguém. As pessoas recomeçam a namorar; mesmo que seja com uma pessoa diferente da que estava antes. O mesmo se aplica pro casamento. Se a pessoa um dia já foi casada e se separou, um novo casamento é um “recasamento” (o que não é bíblico). O que precisa ficar claro é que teremos sempre menos recomeços, se na primeira vez, fizermos direito, direcionado, se nossas escolhas forem acertadas. E aí, como diz o ditado: “A pressa é inimiga da perfeição”. Perfeição esta que não se refere a falta de erros e sim, minimizá-los com atitudes diferentes da que estamos acostumados e nos levam direto pra abismos.
Logo, todo recomeço (ou começo) precisa-se, antes de tudo, de direção e não velocidade.

Então, por onde recomeçar?
Primeiro identificar onde estamos. Em que estágio da vida nos encontramos. Escolher, decidir, optar por ser ajudado e ENTENDER que PRECISA DISSO. Quando queremos e temos um coração ensinável, Deus coloca em nosso caminho pessoas, que servem como remos nos recomeços, não nos deixando à deriva num revolto mar.

Achar o Caminho do recomeço, requer “se perder” do antigo caminho. Nesses recomeços não deve haver culpa; deve haver entendimento, deve haver quebrantamento e um (verdadeiro) arrependimento do percurso errado.
A culpa, a vergonha, o orgulho ou a insensatez de QUERER continuar como está, bloqueiam a bússola que orientam novos começos. Recomeços requer deixar bagagens pelo caminho, esvaziar as malas de “pesos mortos”. Bagagens que pesam, que excedem, que atrasam os passos. Bagagens que levaram um pouquinho do que tínhamos de bom e se acumulou com o que de mau acrescentamos. Às vezes, bagagens de pessoas que, ao invés de os ajudarmos na caminhada, queremos (sem sabedoria alguma) levar pra elas; e isso é um erro gravíssimo. Às vezes as próprias pessoas eram as bagagens. Isso nos fez (alguns de nós) mudar a rota do Caminho. Mas, o Caminho ainda está no mesmo lugar e esperando que seus passos O encontrem (Jo 14:1-6).

Só recomeça algo quem já começou alguma vez. Que este seja, finalmente, um recomeço…olhando pra frente…e, principalmente, olhando pro alto (Filipenses 3:12-14).

seta

CONHEÇA NOSSA LOJA ONLINE