Relacionamento a Distância da certo?


Recebemos uma centena de perguntas do tipo: "relacionamento a distancia, pode dar certo?" e a maioria das pessoas já têm suas respostas prontas. Muitos acreditam que sim, e muitos outros, que já tentaram afirmam que não. Mas como relações humanas não é exatas, eu começo respondendo com um zeloso "pode ser que sim, mas pode ser que não."

Para começar a responder a esta pergunta, precisamos destacar duas situações distintas:

Casais que já se relacionavam e por motivos algum motivo (estudo, profissão, família e etc…) precisaram se distanciar temporariamente. Neste caso, se o relacionamento já está maduro e consolidado, a distância quase sempre fortalece o relacionamento. Ficam longe de corpos, mas parece que ficam mais próximos diante da dificuldade e a saudade é o fator positivo nesta situação. Enfrentarão suas crises, mas as chances de permanecerem juntos são maiores que a de terminarem.

A segunda situação é a de casais que se conhecem a distância, se apaixonam e engatilham um romance à distância.

Não é todo mundo que consegue manter um relacionamento à distância, mas pode sim dar certo. Qualquer relacionamento já é por si só, um desafio e se relacionar com uma pessoa que não está fisicamente perto de você torna o desafio ainda maior. A questão é que para muias pessoas pode se tornar algo muito complicado. Nesse segundo tipo de situação, tudo tende a se potencializar: os ciúmes são maiores, a saudade é maior (lógico), as discussões bobas acontecem com mais frequência, pelo simples fato de não ter a pessoa ali do seu lado. E para quem fez esta escolha, precisa lidar com uma companhia presente chamada: insegurança e o casal vai precisar aprender a lidar com ele.

Apesar do desafio, não podemos afirmar que um namoro à distância não pode dar certo. Conheço a história de  casais que deu tão certo que já se casaram e estão felizes. Mas não posso deixar de esconder que conheço muito mais histórias de casais que tentaram e não deu certo. Isso é um fato, mas não é o fim. É possível sim e para ajudar seguem algumas dicas caso esse seja o teu caso. Bem se esta é a sua situação, eu diria, no que depender de você, faça dar certo.

– Autoconhecimento: seja muito sincero (a) consigo mesmo e analise: "será que eu consigo namorar à distância? Será que não sou ciumenta (o) demais para entrar em uma relação assim?" Você precisa avaliar se está disposto (a) a pagar o preço que o relacionamento a distância exige de vocês.

– Autoconfiança: Um relacionamento à distância deve ser baseado, essencialmente, na confiança, embora nem sempre seja fácil mantê-la. A inseparável dupla ciúme e insegurança é possivelmente a maior ameaça para um namoro deste tipo dar certo. E a melhor receita de evitá-los é com bastante diálogo e a maior transparência possível. Se forem francas e constantes, essas conversas vão aumentar o nível de confiança do casal, que ficará menos vulnerável a essas emoções negativas.

– Sejam Positivos: se esforcem para não se aterem aos elementos negativos de um namoro à distância. Valorizem o lado bom e quando se falarem busque transmitir segurança e sentimentos positivos um ao outro. É fundamental o empenho dos dois para “dar certo”. Sem a proximidade frequente, o relacionamento pode se tornar muito superficial.

– Abusem da Tecnologia: hoje graças a tecnologia é possível fortalecer o relacionamento com diversas formas de contatos: aproveitem as promoções que oferecem vantagens de comunicação para linhas da mesma operadora, toquem e-mails, se falem pelo wattsapp, usem os chats das redes sociais. Dica importante para quem está começando agora: combinem os dias e horários que estarão se falando e com que frequência farão isso, para que o outro não se sinta invadido ou monitorado. Para casais que já se relacionam há algum tempo, a dica é aumentem o contato gradativamente até que se torne diário, mas cuidado para não ser sufocante. DICAS PARA O CIUMENTOS: vigie para não usar a tecnologia como um rastreador ou policiamento virtual.

– Pratique o romantismo virtual: mande mensagens, declarações de amor para seu amado(a). Que tal também mandar fotos ou vídeos de algum momento divertido, uma paisagem ou uma situação que lembram vocês? Use a tecnologia a seu favor e mantenha seu(sua) parceiro(a) ligado no seu dia a dia. Mensagens de voz e de texto também são perfeitas para os dias mais corridos, pois, além de práticas, é uma forma de mostrar que você está pensando nele.

– Invista nos mimos: todos gostam de ganhar surpresas e pequenos mimos da pessoa amada, principalmente as mulheres. Essa dica é uma das coisas que mantêm as relações vivas. Mandar cartões apaixonados ou presentinhos um para o outro é uma forma de quebrar a rotina e mostrar ambos estão se esforçando para que o romance dê certo. Outra dica muito especial é a medida que relacionamento amadurecer, presenteiem um ao outro com algum um objeto pessoal, para que nos momentos de necessidade, quando estiverem sentindo muita falta um do outro, vocês vejam algo que era da outra pessoa. Isso vai proporcionar conforto, felicidade e o pensamento de estarem juntos. Afaga a saudade!

– Comemorem: casais que se relacionam à distância devem comemorar o fato de terem alguém sempre disposto a viajar quilômetros para se encontrar, enquanto muitas pessoas ainda estão em busca ou a espera de um par. Um namoro à distância pode sim dar certo, e, com foco nos pontos positivos deste tipo de relação, tudo fica ainda mais fácil.

– Façam visitas: vocês devem planejar juntos uma frequência de visitas um ao outro, demostrando que ambos estão se dedicando de maneira equilibrada. Para que o relacionamento dê certo, os encontros presenciais são importantes, então busquem se ver constantemente, não só nos feriados, mas também em momentos inesperados.

– E O MAIS IMPORTANTE para dois cristãos: Falem sobre o seu futuro juntos. Assumindo que o objetivo final de vocês é se casarem, falem sobre como vocês farão para chegarem nesse alvo, o altar. Esse ponto vai ajudar a provar um ao outro que o relacionamento tem expectativas e que seus esforços e frustrações não são em vão. Além disso, a ideia de que num futuro definido essa separação vai acabar, ajudará e muito a diminuir as inseguranças e ajuda a segurar a barra da situação atual. Planejem juntos, sonhem juntos e estipulem (com ajuda de conselheiros) prazos para o noivado e um casamento. Agora se outro corre desse assunto, então vocês podem estar encrencados. Por que? Qual a razão de ter um amor que não planeja estar definitivamente ao seu lado? Nenhum namoro resistirá a uma agonizante distância e o tempo se encarregará de te mostrar.

Será difícil continuar se não houver planos em incluir o outro no futuro e projetos. Tenham a certeza que ambos terão que ceder em várias coisas para ter a pessoa amada por perto. Quando chegar essa hora, é importante avaliar o que cada um poderá ceder, e também refletir o que significará abrir mão de algumas coisas e ter o outro por perto. É preciso equilíbrio, os dois terão que se adequar e em alguns casos, se anular. E caberá aos dois e não se pode exigir somente de um dos envolvidos, se não será um fardo pesado e penoso.

Embora muita gente encare um amor à distância como sinônimo de dificuldade, ciúmes e saudades, este tipo relacionamento pode dar certo se ambos estiverem dispostos a fazer o romance acontecer. O importante é o amor. A Bíblia diz que o amor é paciente, tudo sofre, tudo crê, tudo espera e tudo suporta (1 Co 13:4-7).
 

mm
Nelson Jr Facebook Twitter Imprimir

Nelson Junior, coordenador e idealizador, é casado com Ângela Cristina, pai de Ana Carolina e Milena. É pastor desde 1998, formado em Teologia pelo IBAD, é da Igreja em Vitória e membro da Associação de Pastores Evangélicos de Vila Velha. Trabalha com jovens e adolescentes há pouco mais de 20 anos.

seta

CONHEÇA NOSSA LOJA ONLINE