DICAS PARA QUEM QUER SE CASAR!

Olá queridos! Como estão? Tudo bem? Espero que sim 🙂

Esse post de hoje é para todos que desejam se casar um dia. Quero falar sobre um assunto que tem me preocupado bastante: a saúde emocional da nossa geração.

Uns amigos  me procuraram essa semana pra falar de suas inquietações e desejos do seu coração. E todos eles disseram que gostariam de se casar. Mas agora veja bem, será que você da maneira que está hoje, você está pronto para se envolver num relacionamento maduro?

Uma das moças que me procurou está com quase 30 anos e ainda se comporta como uma adolescente de 13 anos. Totalmente  sufocada e protegida pelos pais, super mimada do tipo que faz “birra” quando algo não sai como ela quer, não anda sozinha na rua, não sabe andar fora do próprio bairro…  Se ela não consegue nem desenvolver um bom relacionamento com os pais, como vai conduzir um relacionamento que visa o casamento?  Não se trata de um julgamento, mas um ALERTA!

Precisamos assumir a responsabilidade pela nossa realidade. Ás vezes as coisas não mudam, ou não acontecem na nossa vida porque nós é que precisamos mudar primeiro. Crescer dói! Amadurecer dói! E tem muitos desafios que precisaremos enfrentar se quisermos crescer e alcançar a maturidade necessária para nos envolver num relacionamento.

Vejo muitas moças com preguiça de investir nos seus relacionamentos, com medo, dispensando rapazes preciosos que se aproximam simplesmente por medo ou por achar que não estão preparadas. QUERIDA, se vc esperar estar preparada para investir no amor da sua vida, então fica aí sentada esperando sentada que vc vai ver a hora que ele vai chegar: nunca! Galera, não é por aí… eu estou num relacionamento há pouco mais de um ano e tenho sentido NA PELE os desafios que envolvem um namoro maduro que visa o casamento. É muita renúncia, muita mudança… tudo para fazer o outro feliz. Se vc entende que o casamento é a única maneira de você construir a sua própria família, então não tem jeito. vai ter que passar por esse longo processo de crescimento e amadurecimento. mas tem gente que não que está conformado com a situação que está vivendo e não quer enfrentar os problemas. Agora, se o seu desejo é casar-se, então SEJA MADURA e prepare-se para viver o maior processo de crescimento e amadurecimento da sua vida. Que não será o mais fácil, mas que VALE A PENA se você visa construir um casamento saudável aos pés do Senhor.

A mesma coisa vale para os RAPAZES… Muitos meninos procurando princesas, “panicrentes”, avaliando as moças pelo tamanho da bunda; quando está cheio de verdadeiras moças de deus ao seu redor, mas só pq ela não tem a bunda tão grande vc não investe. PARA COM ISSO, RAPAZ! A mulher que Deus tem pra vc casar, pode não ser a mais bonita, mas é aquela que vai te amar e cuidar de você como nenhuma outra. Enquanto vc não destruir esse “altar da beleza” dentro de você, vai continuar solteiro. Vai orar, muda o seu olhar e você vai enxergar as moças ao seu redor com outros olhos. Como naquele filme : “O Amor é Cego.” Que grande lição esse filme nos traz.

Estamos caminhando para um tempo onde será cada vez mais difícil manter um relacionamento saudável devido à toda atmosfera que nos cerca hoje. Sempre podemos contar com Jesus e sua misericórdia sobre nós, mas não podemos anular a nossa responsabilidade nisso. Então se vc quer se casar e ter um relacionamento saudável, FAÇA UMA AUTO AVALIAÇÃO e veja o que vc precisa mudar e amadurecer HOJE para construir um casamento saudável amanhã. Ore, peça ao ES pra te relevar o q vc precisa ajustar. Anote, ore pelas suas falhas e peça ajuda ao Espírito Santo, converse com a sua liderança sobre as suas dificuldades para continuar trilhando um caminho de paz e felicidade com o senhor e futuramente no seu casamento.

Desculpa pelo textão e desejo forte abraço pra vocês.

Bjoooos e que Deus nos abençoe muito nessa semana. 🙂 Até o próximo artigo dia 20/03.

Carla Duarte

carladuarte.contato@gmail.com

 

 

RELACIONADO
COMPARTILHE ESTE ARTIGO:
 
mm

Carla Duarte

Solteira, 30 anos. Representante do EEE no Estado do Rio de Janeiro. Membro da Igreja Evangélica Congregacional de Bento Ribeiro, atuou na liderança de jovens por 4 anos e tem experiência com missões transculturais no Brasil e no exterior.