Será que é amor?

Como anda o coração aí, hein? Batendo oras! Mas só batendo? O meu tem sido confrontado pelo Senhor, para que haja mudanças urgentes e uma dessas mudança é em relação ao amor, amar as vidas. Amar quem mal conhecemos, quem não gostaríamos de ter conhecido, amar aqueles que ninguém mais ama e quem talvez nunca saberá nos amar. Amar mesmo que não entendam porque amamos e nos julguem por isso. E Deus me diz mais, diz que as almas só O conhecerão verdadeiramente quando eu souber amá-las, quando a igreja souber exercer seu papel de representante de Cristo na terra.

Será que tenho sabido amar? Se acho que amo um estranho para lhe indicar o caminho da cruz, mas não sou capaz de sair do meu comodismo pela causa de um irmão em Cristo, então eu não tenho amado direito não! Se não consigo ter paciência com os mais próximos, com os da casa e digo que quero alcançar as nações, tenho vivido uma ilusão.

“O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha. Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor. O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta”. Coríntios 13:4-7

Se tenho problema com a paciência, se ela é a primeira a ir embora, então meu problema não é com a paciência e sim com o amor, pois quem ama é paciente. Quem ama não é egoísta, antes pensa primeiramente no bem estar da pessoa que é o alvo do seu amor. Quem ama é humilde e justo, é disposto a esperar e suportar a dores decorrentes deste amor.

“Ninguém tem maior amor do que aquele que dá a sua vida pelos seus amigos”. João 15:13

Olhando por esta lente (Bíblia), estou bem atrasada! A Bíblia nos diz que devemos amar ao próximo como a nós mesmos, porém se eu faço ou deixo de fazer algo a alguém que eu jamais faria ou deixaria de fazer a mim, eu não tenho amado! Mas aí Jesus vem e diz, um novo mandamento vos dou, amem-se como Eu vos amei (João 13:34), eu penso, tô frita! Como vou amar como Tu amas? Talvez eu até consiga fazê-lo com minha família, dar a vida por um parente parece aceitável, mas por um estranho? Ou pior, morrer no lugar de um ladrão, um assassino, um estuprador não arrependido que voltará a roubar, matar e estuprar sem misericórdia alguma. Impossível! Será? Pois então, foi exatamente isso que Jesus fez, Ele morreu para salvar pecadores ainda não arrependidos, e neste meio estava eu e você! Uhull, Glória a Deus!!!

Bom, quando ainda confusa eu fui ao Pai dizer que achava impossível um ser humano conseguir amar desta forma, Ele me mostrou que é possível, se está na Palavra é possível, se é um mandamento de Jesus é possível! Ele jamais nos pediria e muito menos ordenaria algo que não estivesse ao nosso alcance.

Sim, então é possível aprender amar, basta aprender com o Autor do Amor. É possível olhar para as pessoas e enxergar nelas o que Jesus enxerga, uma alma frágil e necessitada de Deus. Sabe, quando olhamos desta forma, com olhar de misericórdia, quando pensamos que ninguém merece o tormento eterno. Quando conseguimos ver um pedido, mesmo que não explícito, de socorro destas almas, nosso coração aperta, os olhos transbordam e um clamor desesperador toma conta dos nossos lábios por estas vidas, então descobrimos o que é amor.

Penso que amor é conhecer a maravilhosa presença de Deus e saber que não há vida fora Dele e desejar que todos aceitem o convite de viver nesta presença eternamente.

Galerinha, este texto não é uma crítica, é um desabafo de alguém que é totalmente constrangida cada vez que percebe o quanto é amada por Ele e o quanto precisa aprender amar com Ele.

Tudo que Ele tem pedido é amor pelas vidas e se paramos para refletir, tudo se resume a amar. Tudo se conserta, se refaz, se soluciona com o amor. Que nós, noiva de Cristo, filhos de Deus aprendamos a amar as pessoas como Ele nos amou e amará para sempre!

Beijos.

Este artigo é uma contribuição de nossos leitores.

Autora: Manu, tenho 24 anos, sou de Blumenau/ SC, congrego na igreja Plano de Deus Revelado. Amo compartilhar a Palavra e utilizo a escrita para expressar meus pensamentos e sentimentos. Ano passado o Senhor me presenteou com uma porta para que meus textos pudessem alcançar outras pessoas, me tornando uma das colunistas da Revista Revolution, site da Bruna Thalita, isso foi incrível!!

E-mail manuferreira_cei@hotmail.com

Face: facebook.com/manoela.c.ferreira

site: edivina.wordpress.com

site que sou colunista: revistarevolution.com.br

Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCPbzbqv8zXx3R-0lT9og_XQ

Insta: @manucarolferreira

RELACIONADO
COMPARTILHE ESTE ARTIGO:
 
mm

Redação Eu Escolhi Esperar