Será que é impossível ser feliz sozinho(a)? Vamos ver…

Oi genteeee, tudo bem? Meu nome é Carla Duarte, tenho 29 anos e esse é o meu primeiro artigo aqui no site. Espero interagir bastante com vocês nas próximas semanas por aqui! J

Uma famosa canção do Tom Jobim diz que “Fundamental é mesmo o amor, é impossível ser feliz sozinho.” Será que é impossível ser feliz sozinho? Vocês concordam? O que vocês acham? Eu discordo e vou explicar o por quê.

Hoje vemos muitas pessoas projetando toda a expectativa de felicidade de suas vidas em um relacionamento amoroso. Neste post, quero te ajudar a enxergar que é totalmente possível ser muito feliz enquanto você está solteiro (a), esperando em Deus.

Em setembro de 2009 eu escolhi esperar em Deus, ajustar algumas prioridades e começar tudo do zero na área afetiva. Eu tinha acabado de terminar um namoro de 5 anos e foi um dos momentos mais difíceis da minha vida. Nos primeiros meses após o término, é muito comum que a gente se comporte como viúvo, devido ao espaço que a outra pessoa ocupava no nosso coração. Mas conforme o tempo passou, Deus me ensinou que é totalmente possível viver feliz e realizada no tempo de solteira. À medida que a vontade do Senhor e planos Dele foram se tornando a minha prioridade, os meus amigos e a minha família começaram a notar as mudanças no meu comportamento e nas minhas atitudes em relação a todas áreas da minha vida. Eu entendi que o Espírito Santo é a melhor companhia de todas e que ele nunca nos deixa sós.

Comecei a viajar ”sozinha” pelo Brasil, participei de muitos eventos, conheci muitas pessoas e lugares incríveis. Sempre mantive a chama do amor acesa no meu coração através das minhas orações e da minha, porque eu sempre acreditei que Deus me apresentaria o rapaz ideal pra eu me relacionar. Mas o fato de estar solteira não me impediu de desfrutar este tempo com qualidade e realizar atividades que muita gente deixa de fazer porque acha que está sozinha.

Durante estes 6 anos de espera, eu vivi as minhas experiências mais profundas com Deus. Este é o período da nossa vida que nós temos mais disposição e disponibilidade pra investir em nós mesmos, no Reino e planejar o nosso futuro. Nos preparar e nos qualificar para construir nossa futura família, ter tempo de qualidade com os nossos pais, aprimorar nossas habilidades profissionais, nos divertir com os amigos, viajar, estudar e etc.. Como (na maioria dos casos) ainda vivemos com os nossos pais e ainda não temos que arcar com algumas responsabilidades, como a de sustentar uma casa, por exemplo; as coisas ficam mais fáceis.

Porém, há 6 meses atrás eu recebi uma surpresa de Deus e ele me presenteou com um namorado maravilhoso (siiiim, o meu varão chegou …hahaha!!!). E depois que eu assumi o relacionamento publicamente nas redes sociais, recebi muitas congratulações e todos se alegraram muito comigo. Mas também houveram muitos comentários do tipo: “Agora você vai ser feliz de verdade” ou “Agora sua vida será completa”… E isso me intrigou.

Por que as pessoas associam tanto a felicidade a um relacionamento amoroso? Quero convidá-los a refletir comigo no texto de I Coríntios 7 onde o Apóstolo Paulo nos dá dicas preciosíssimas acerca do casamento. No versículo 1 e 9 respectivamente, ele diz que seria mais interessante que permanecêssemos solteiros, mas para que a gente não caia na imoralidade, é melhor que a gente se case do que ficar ardendo em desejos.

Paulo não se casou, Jesus não se casou e ambos foram felizes e cumpriram seu chamado com excelência. Meu relato não é uma apologia à solteirice, mas para chamar atenção de que a nossa felicidade e a nossa missão em Deus não devem estar associadas a um relacionamento afetivo.

Quando as pessoas comentam que “agora eu serei feliz” só porque estou namorando, eu percebo que talvez elas não saibam o real valor do tempo de solteiro(a) e do quanto ele pode ser prazeroso e especial.

No versículo 19 ele diz: “o que importa é obedecer aos mandamentos de Deus.” Então, não importa se você estará solteiro ou casado, importa que você obedeça a orientação do Senhor e faça a vontade Dele. Assim você será plenamente feliz. Porque não tem sensação melhor na vida do que fazer o nosso Deus sorrir através das nossas atitudes e das nossas escolhas.

Não espere por alguém pra ser plenamente feliz. Deus não nos criou faltando pedaços para que a gente encontre alguém que nos complete. Nós já somos plenamente felizes e completos em Deus ; e quando nos casarmos, encontraremos alguém que nos transborde porque completos nós já somos.

Desejo que você seja muito feliz e que este texto tenha te ajudado a refletir e desfrutar o seu tempo de solteiro(a) com qualidade. E lembre-se, o Espírito Santo é o seu primeiro amor, o seu melhor amigo e a sua melhor companhia.

Quem quiser me dar um “alô” pode me enviar um email e me seguir lá no Facebook, no Instagram e no Snapchat que eu vou deixar aqui embaixo. Daqui a 15 dias eu volto com mais um artigo top pra vocês.

Um beijooooooo e até a próxima. J

Carla Duarte

E-mail: carladuarte.contato@gmail.com

Facebook: https://www.facebook.com/carla.duarte.180

Instagram: @carladuarte.rj

Snapchat: carladuarte.rj


RELACIONADO
COMPARTILHE ESTE ARTIGO:
 
mm

Carla Duarte

Solteira, 30 anos. Representante do EEE no Estado do Rio de Janeiro. Membro da Igreja Evangélica Congregacional de Bento Ribeiro, atuou na liderança de jovens por 4 anos e tem experiência com missões transculturais no Brasil e no exterior.