Sob as tuas asas


Como é o nome de sua mãe? Quantos anos ela tem? Ela é alta ou baixa. Sendo ela alta ou baixa, gorda ou magra, há algo nela especial. Há um instinto nela o qual podemos chamar de instinto materno. É um instinto de defesa de sua cria, de seus pequenos.

Você já tentou tirar um pequeno cachorrinho de sua mãe? Quando você é conhecido ela permite, mas se ela percebe que você é uma ameaça ela late e, se você não tiver cuidado ela te morde. Existe uma mãe mais preocupada com você.

Deus é normalmente visto na bíblia como um pai que cuida de seus pequenos. Poucas vezes se ouve de Deus como mãe, mas podemos dizer que Deus é mãe também, pois Deus não tem gênero. Uma mãe que ama. Uma mãe que cuida de seus filhos e que dá a vida por eles.

“Porventura pode uma mulher esquecer-se tanto de seu filho que cria, que não se compadeça dele, do filho do seu ventre? Mas ainda que esta se esquecesse dele, contudo eu não me esquecerei de ti. Eis que nas palmas das minhas mãos eu te gravei; os teus muros estão continuamente diante de mim”. (Isaías 49:15-16)

Certa vez numa fazendo houve um acidente e um incêndio começou a destruir todo o estábulo. O dono da fazenda tentou apagar aquele fogo, mas infelizmente não conseguiu. De longe era possível ver as chamas, que só cessaram com uma súbita chuva. No dia seguinte, ele foi ver o estrago e, abrindo a porta do estábulo, que estava bem queimada, viu tudo destruído num efeito de cores quase monocromático. A única vaca que havia ali juntamente com as galinhas tinham morrido. Ele começou a chorar, pois tinha perdido quase tudo.

Ao fechar a porta ele percebe um som vindo de longe e decide ver o que era. Ele vê uma galinha morta que piava. Logo ele se assustou, pois pensou que fosse algum espírito. Chegando mais próximo, ele mexeu na galinha com um pedaço de madeira e, percebeu que em baixo da galinha tinham cinco pintinhos. Os pintinhos estavam intactos. A vida permaneceu mesmo em meio à morte, pois a galinha deu a sua proteção para os seus pintinhos.

“Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará.” (Salmos 91:1)

Deus atua da mesma forma conosco. Ela em meio à morte nos deu vida, mesmo sendo necessário um sacrifício para nos retirar do meio das chamas da perdição eterna. Sob as suas asas nada poderá nos atingir, pois o seu amor nos protege e nos cobre de todo e qualquer mal. Quando você sentir o cheiro de fumaça lembre-se pra onde você deve correr.

 

Gustavo Pestana
Gustavo Pestana Facebook Twitter Imprimir

Sou natural de Ilhéus-Ba, formado em psicologia e graduando em teologia. Membro da igreja batista da Urbis na minha cidade. Amo escrever e compartilhar o amor d Deus. No momento estou trabalhando com missões urbanas. Também trabalho em dois projetos sociais: Um que com crianças com câncer e um com crianças carentes.

seta

CONHEÇA NOSSA LOJA ONLINE