Home Artigos Alegria

Alegria

2365
0

Mas o fruto do Espírito é: amor, alegria…
Gálatas 5.22

Como já disse anteriormente, o amor é o fruto a ser produzido e que todas as características descritas são manifestações dele. Nada posso produzir em favor de mim e do próximo se não temos amor. A partir disso, começamos a pensar: como produzir  alegria em amor? Ou melhor: como produzir alegria esperando em Deus?

Alegria para muitos é consequência de certos momentos de nossas vidas. São pequenos trechos de conquistas pessoais, ocorridos em favor de quem amamos, momentos de paz, prazer. Por mais que eu gaste linhas, parágrafos e textos tentando expor o que é alegria, seria natural alguém contestar ou concordar com minha visão, acrescentar ou retirar palavras de minha definição. Porém existe uma trecho bíblico, a carta de Paulo aos Filipenses, que descreve com exatidão como produzir alegria em amor na esperança na figura de Jesus Cristo e no próximo.

A carta do Apóstolo Paulo à igreja de Filipos é um testemunho autêntico de que existe uma alegria que não se explica por alienação, fuga fantasiosa ou até mesmo pelos pequenos trechos de nossa vida. Ele era algemado e vigiado por 24 horas, aguardando julgamento por ter sido acusado de crimes para os quais a pena era de morte – o que de fato acabaria por acontecer: morte por decapitação. Ele não tinha motivos para se sentir alegre, mas escreve uma carta que recomenda alegria a todos.

Sabemos muito bem que no contexto em que vivemos não se compara com as angústias que Paulo vivera em sua época, porém podemos tirar como lição. Produzir alegria não se resume em pequenos trechos do passado, presente ou futuro de nossa vida, mas ao fruto delicado e excelente produzido por esperar em Cristo: alegria em amor.

Não podemos nos tornar escravos das circunstâncias presentes e passadas, elas não nos definem (Tiago 1.2-3). “Somente quem entende a vida é capaz de suportá-la”. Somos discípulos do autor da vida e do amor, Senhor sobre o presente, passado e futuro. Somente Deus é capaz de nos ensinar como suportar esse caminho e produzir alegria em meio adversidades, até mesmo nas mais severas como no contexto do Apóstolo Paulo. Produzir alegria é muito além de acontecimentos recentes, é sobretudo esperança e votos de amor para dias melhores – “Com Deus o final é sempre de paz”.

Não podemos nos tornar escravos da ansiedade a respeito do futuro (Filipenses 4.6-7). Conversar com Deus nesse momento é importante, pois esperar e permanecer alegre nessa caminhada em alguns momentos pode parecer difícil. Somente quem é capaz de se ajoelhar e afirmar a Deus “posso todas as coisas em Cristo, que me fortalece” entende que alegria não é somente um estado emocional ou consequente, mas sim perseverante na figura de Jesus Cristo (Filipenses 4.13).

A Bíblia está repleta de exemplos que destacam alegria. Não é uma dose de ópio ou escritos para um leitor iludido, mas testemunhos de fé. Produzir alegria em amor na caminha da espera é depositar a crença naquele que venceu o mundo: Jesus Cristo. Ele é o nome que faz a alegria ser eterna. “Ele é nome de quem a vida vale a pena.”

COMPARTILHE ESTE ARTIGO: