Home Relacionamento com Deus Essa alma deserta

Essa alma deserta

2276
0

Dica de música: “Eu preciso de Ti”, Filhos do Homem : https://youtu.be/k86_bEM0Tvc

“ A minha alma está apegada ao pó, vivifica-me.” Slm. 119: 25

As palavras acima são do rei Davi, eu perdi a conta de quantas vezes ao ler Salmos, passei por declarações similares a essa, onde o autor fala sobre a sua alma seca, deserta que precisa de água e vida!  Será que você pode se identificar com esse apego do Rei ? Ele estava apegado ao pó, ou seja, coisas secas e  sem vida. Você já quis voltar a viver?

Não é tão raro nos depararmos com o vazio da alma, como se tivéssemos nosso deserto particular. A dor, decepção e frustrações costumam nos conduzir a esse estado, mas é esse mesmo estado que muitas vezes nos atrai a Deus. Pois a alma que está “apegada ao pó” é também uma alma sedenta! E um coração que tem sede será saciado, e um coração que anseia vida, voltará a viver!

“Como a corça anseia por águas correntes, a minha alma anseia por ti, ó Deus.”  Slm. 42: 1

 Acredito que a sua alma anseia, ela sente falta de algo, ela grita também! Davi sabia que só Deus poderia reavivá-lo, por isso direcionou o seu pedido de socorro para Deus. Essa é uma promessa dele pra nós, “… vestes de louvor, ao invés de espírito angustiado.” (Is. 61:3)! Você quer voltar a viver? Quando estamos falando de saúde emocional, é importante direcionarmos o nosso pedido de socorro! Ao buscarmos pela presença de Deus em momentos de sequidão, estamos reconhecendo que Ele é capaz de fazer um milagre em nós. É uma atitude de adoração e fé ! Em Salmos, vemos que Davi era obstinado com isso. Ele falava com Deus sobre o vazio da sua alma, como se ele fosse sua única esperança! E ele é mesmo! O criador tem interesse na sua alma. No livro de João 7: 38 temos a fala do próprio Jesus, que diz “quem crer em mim, do seu interior fluirão rios de água viva.”

Você quer voltar a viver? Deixe que sua sede te leve a fonte, Ele, a verdadeira reposta da nossa alma, nosso amado Jesus.

COMPARTILHE ESTE ARTIGO: